Bonecas infláveis, aquela companhia de último recurso para os solitários e rejeitados, não são exatamente uma novidade, mas a tecnologia as está tornando cada vez mais realistas e permitindo que elas proporcionem mais prazer a seus usuários. E, agora, está florescendo o comércio de bonecos infláveis para satisfazer os desejos das moças.

Vice Media, um conglomerado de mídia americano-canadense que possui entre outros braços uma famosa revista e uma produtora de documentários, lançou um documentário sobre o que tem sido chamado “the first male sex doll”, o “primeiro boneco inflável para #sexo”.

Bronwen Keller, co-proprietária de uma companhia engajada na produção de boenecos infláveis para o sexo, disse: “Esta ainda é uma indústria muito nova.

Publicidade
Publicidade

Ela dependeu do surgimento da internet para se lançar”. Ela acrescentou: “Nossa companhia tem cinco anos e acabamos de enviar o boneco de número 188.”

A empresária afirmou ainda que, tão logo criaram um boneco, Reddit (um site de agregação de conteúdo e discussão) estourou e o tráfego no site da companhia derrubou o servidor em que ele estava hospedado. Ela diz que a maioria dos clientes da empresa é dos estados americanos do Texas, do Minnesota e de Michigan, que, nota o Daily Star, diário britânico que comentou o documentário, são estados onde o Partido Republicano -- mais conservador socialmente que o outro grande partido americano, o Partido Democrata -- costuma vencer (70% dos “representatives”, equivalentes aos nossos deputados e todos os senadores que representarão o Texas em Washington em 2017 são republicanos, também republicano é o governador do estado – o ex-presidente dos EUA George Bush já foi governador do Texas).

Publicidade

Uma das usuárias frequentes de boneco inflável, a estrela de filmes pornográficos Jessica Ryan, testemunhou no documentário que “para uma mulher, é muito mais fácil que um encontro do Tinder (aplicativo que permitem que usuários interessados em romance conversem e marquem encontros)”. Ela também pretende usar o boneco em seus vídeos, também.

E, como notou o Daily Star, o tal “primeiro boneco inflável sexual do mundo” tem uma inegável semelhança com o ex-membro da boy band (banda de jovens cantores geralmente direcionada para adolescentes) NSYNC, fenômeno de vendas no final dos 90 e começo do século atual, e ex-namorado da cantora Britney Spears e queridinho das adolescentes de alguns anos atrás, que podem estar querendo matar a saudade do antigo ídolo. #Curiosidade #boneco sexual