Londres, capital da Inglaterra, costuma ser um local ordeiro e até seguro, até mesmo à noite. Não nesta que se tornou notícia em todo o mundo. Uma motorista mulher seguia mais uma jornada dura de trabalho. Ela levava o seu ônibus, que faz a rota N279, ligando regiões importantes da capital, quando viu algo que jamais havia imaginado que poderia acontecer em seu trabalho. Paralisava, ela assistia a um homem sem nenhum tipo de roupa perambular pelas ruas inglesas. Sarado, o rapaz parecia estar completamente fora de si, não se importando nem um pouco com o que estava a acontecer.

"Está sem roupa nenhuma no corpo. A polícia vai prender você”, alerta a motorista, que inicialmente até tenta convencer o homem a sair do coletivo, mas depois decide chamar reforço.

Publicidade
Publicidade

Pelo telefone interno, ela diz que o tarado está atrás dela e pede para que alguém fala alguma coisa. O passageiro inusitado, mesmo sem dar qualquer dinheiro, pede que sua quantia da passagem fosse devolvida. Ele também solicita que a motorista dê a ele a chave do ônibus, pois ele está com saudade de dirigir algo. A ação dura poucos minutos, mas o suficiente para aquela mulher ficar boquiaberta com tudo o que acontecia, afinal, não é todo dia que alguém desse jeito aparece assim na rua.

O coletivo acabou ficando parado até que o homem tenha saído dele. Não se tem informações se ele foi preso ou não. Acredita-se que ele não tivesse problemas mentais, mas sim teria usufruído de uma quantidade exacerbada de drogas. Dependendo da droga, a pessoa realiza ações em que ela mistura realidade com fantasia.

Publicidade

Uma possibilidade é que aquele homem tenha a chamada esquizofrenia, doença mental na qual a pessoa vive uma nova realidade. Há casos até que o doente sequer se reconhece e diz que alguém está invadindo seu corpo. Existem tratamentos para essa doença.

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento em que o homem invade o ônibus sem usar qualquer tipo de roupa. Não esqueça de comentar e compartilhar essa história extremamente surreal.

#Crime