Um dos maiores medos de alguém que mantém um relacionamento é ser traído. Uma mulher colombiana sabe bem disso. A indignação dela acabou repercutindo e muito na internet, como mostra uma reportagem publicada nesta segunda-feira, 07, pelo portal de notícias R7. A moça, identificada como Adalia Brinez, estava andando pela 25 de Março da Colômbia, a rua Ibague, quando viu seu digníssimo esposo com outra. O maridão flagrado é Luis Alberto Dias. Ele, ao perceber que a mulher o viu com sua amante, fica sem reação. Luis passava com um carrão pela região, quando Adalia reconheceu o veículo chamativo. 

Diante de tudo e de todos, a moça contou que foi traída e chamou a amante de Luis, uma "gostosona" de um xingamento, que no português seria algo como "periguete".

Publicidade
Publicidade

Dezenas de pessoas veem tudo como se fosse um programa de barracos. Algumas estão até sentadas, acompanhando cada flash dessa briga de casal. Revoltada, a traída decide dar ao traidor uma lição para não ser esquecida. A começar, ela o faz passar uma vergonha daquelas. Ali mesmo, Adalia grita e expõe sua intimidade. Ela interrompe o trânsito e faz um escarcéu. 

Por conta do barraco, até mesmo o trânsito acabou parando. A esposa que se viu com tal cena xinga bastante o esposo. A polícia foi chamada, mesmo assim a dona de casa não se importa, diz que irá dar muita "porrada" na amante de seu maridão. As cenas chegaram a ser divulgadas na internet, tento milhões de visualizações. O marido parece conhecer bem a companheira. Luis não abre em nenhum momento o seu carro. Ele parece ter muito medo de sair dali. 

"Esse cachorro me traiu e não tem coragem de me enfrentar", diz a mulher aos quatro ventos.

Publicidade

Algumas pessoas tentam controlá-la, dizendo que ela merece coisa melhor. Mas quem disse que ela ouve? Pelo contrário, a moça se joga em cima do capô do carrão e dá um prejuízo para o agora ex-amado. O caso teria acontecido no início do ano, mas somente agora, em novembro, acabou viralizando nas redes sociais. E se fosse com você, o que faria? #Família