Segurança nos Estados Unidos é coisa séria. Não é por acaso. O país tem o porte de arma de fogo permitido a qualquer cidadão. Por isso, caso alguém decida se revoltar, pode provocar um estrago e tanto. Até mesmo presidentes americanos sofreram atentados ou foram mortos no meio dos seus mandatos por pessoas que o odiavam. O tiro na cabeça de John Kennedy jamais será esquecido pelos americanos. Com candidatos à presidência do país mais rico do mundo, a segurança não seria amenizada, especialmente depois de vários atentados internos. Neste sábado, 05, por exemplo, o republicano #Donald Trump levou um susto e tanto ao realizar um comício.

De acordo com informações de agências internacionais, Trump fazia um discurso na cidade de Reno, no Estado do Nevada, quando dois agentes do Serviço Secreto entraram na frente dele e interromperam a fala.

Publicidade
Publicidade

No momento do episódio, havia uma grande confusão generalizada na plateia. A expectativa naquele instante é de que no meio dos apoiadores do candidato, uma das pessoas queria assassiná-lo.

A proximidade das eleições está atraindo a atenção ainda maior da imprensa, especialmente depois que pesquisas mostram uma disputa acirrada entre os dois candidatos principais. A eleição nos Estados Unidos, apesar de estar meio a meio para cada lado, não se decide nos votos gerais, mas sim no número de delegados. Por isso, Hillary ainda tem ampla chance de vencer. 85% da chance dela ser presidente é apontada pelos analistas. 

Um dos empresários mais ricos da face da terra teve que sair do local onde o discurso acontecia e foi levado para parte de trás do auditório. Pessoas em pânico também saíram correndo.

Publicidade

Um grupo, no entanto, permaneceu tentando agredir um homem, que, posteriormente, acabou sendo preso. O homem, no entanto, não estava armado.

Veja abaixo o vídeo que mostra o candidato à presidência dos Estados Unidos precisando se proteger de uma ameaça misteriosa. Já pensou se fosse aqui no Brasil? Não esqueça de comentar e compartilhar essa história. 

#Eleições EUA 2016