Nesta segunda-feira, véspera das eleições nos Estados Unidos, o candidato republicano Donald #Trump subiu o tom em um dos seus comícios para mais uma vez atacar a republicana #Hillary Clinton. O magnata demonstrou insatisfação com a postura do FBI em arquivar o caso do suposto uso irregular de emails do Estado por Hillary, quando esta era secretária no período de 2009 a 2013.

Trump comentou sobre o caso na localidade de Sarasota, no sudoeste da Flórida. Ele chegou a mencionar uma possível manipulação de um "sistema totalmente arranjado" para beneficiar a sua oponente. No domingo passado, James Comey, diretor da polícia federal americana, recomendou ao Congresso que não há motivos para a apresentação de queixas contra Hillary no caso dos emails.

Publicidade
Publicidade

Na Flórida, Trump se disse confiante em uma vitória e citou que Hillary não merece os votos, já que "ela não tem nada a ver com a Flórida". Com críticas pesadas, o nova-iorquino disse que conta com o apoio dos americanos para "acabar com um governo corrupto".

Nesta terça-feira, tanto Hillary quanto Trump votarão em Nova York, onde permanecerão para acompanhar a contagem dos votos. A tendência é que o resultado oficial seja conhecido nas primeiras horas de quarta-feira. #Eleições EUA 2016