O inacreditável aconteceu e o que parecia apenas um “devaneio” ou uma “loucura” se tornou realidade. Donald Trump, considerado por muitos apenas mais uma “celebridade inofensiva” se tornou presidente da República do país mais poderoso do mundo, os Estados Unidos. Mas, quem realmente é #Donald Trump? Seria ele fiel, a partir de agora, às suas polêmicas promessas de campanha, agora que o sonho se tornou realidade?

Conheça um pouco da história do presidente eleito dos Estados Unidos que chocou o mundo e que derrubou as bolsas, instaurando um verdadeiro pavor nas pessoas. Muitos acreditam que ele seria capaz até de incitar uma terceira guerra mundial.

Publicidade
Publicidade

Biografia

Donald Trump é um milionário de berço, filho de um bem sucedido empreendedor imobiliário, que fez fortuna, através da construção de apartamentos populares, que eram vendidos através de subsídios do governo estadual. Assim como o pai, Trump também entrou nesse ramo de negócios no ano de 1975.

Formado em finanças na respeitada Universidade da Pensilvânia, Trump, arrecadou milhões mas também perdeu milhões em empreendimentos imobiliários. Seu mais famoso empreendimento são as Trump Towers, prédios conhecidos mundialmente por serem dourados e extravagantes.

Bilionário, mulherengo e adeptos a polêmicas

O presidente americano gaba-se de seu patrimônio, segundo ele, a soma total de seus bens, chega aos incríveis US$ 10 bilhões (R$32 bilhões). Porém, o levantamento da Forbes, sua fortuna estaria US$ 3,7 bilhões (R$ 11,84 bilhões).

Publicidade

Ele não esconde sua fama de mulherengo, possui cinco filhos e já está no seu terceiro casamento. Sua atual esposa é 24 anos mais nova que ele, Melania Trump. No final de sua campanha, o público ficou espantado com as denúncias de mulheres que se declararam ter sido assediadas pelo novo presidente.

Adepto de polêmicas e de holofotes, Trump é um verdadeiro “show man”. Ele até já foi apresentador de um reality show “The Apprentice”, versão que foi copiada no Brasil por Roberto Justus com o programa, “O Aprendiz”.

Segundo o jornal “The New York Times”, somente durante sua campanha presidencial ele já insultou 282 vezes, instituições, organizações, religiões, lugares e pessoas, sendo, por diversas vezes, acusado de cometer racismo, xenofobia e antissemitismo.

Sua personalidade, a partir de agora será conhecida em todo o mundo, principalmente China e México, países aos quais Trump prometeu se afastar. México devido aos imigrantes ilegais e China devido aos seus produtos ao seu regime comunista. #Polêmica #Eleições EUA 2016