Como observou Douglas Patient, jornalista do diário britânico Daily Star, da Grã-Bretanha, “a noite de núpcias é um assunto privado, atrás de portas fechadas – mas este #Vídeo revela que certamente não é assim em toda parte”.

O vídeo em questão mostra um risonho casal de chineses recém-casados, que se despe debaixo de um lençol, à vista dos contentes convidados. Depois que estão ambos confortavelmente despidos, ela se põe em cima dele, sob a ovação dos entusiasmados presentes até que um dos convidados arranca o lençol, expondo-os em todo o esplendor de sua nudez, aos olhos dos presentes.

Como explica o jornal, na China, às vezes, os recém-casados são levados a participar de brincadeiras rudes ou de temática sexual em suas noites de núpcias, enquanto os convidados brincam e cortam a tensão dos noivos que, tradicionalmente, são jovens e virgens.

Publicidade
Publicidade

Não faz muito tempo, apareceu um vídeo de uma noiva chinesa tendo seus seios agarrados pelos convidados como parte da tradição.

Talvez mais inexplicável, e certamente menos divertida, foi a experiência de um #Casal chinês que, como noticiado pelo jornal britânico The Guardian, em maio deste ano, passou a noite de núpcias copiando as 17 mil palavras da Constituição do Partido Comunista Chinês, parte de uma propaganda para aumentar o apoio à administração do atual secretário-geral, Xi Jinping, e conscientizar a população quanto às regras do partido dominante da China (há outros oito partidos permitidos, mas o governo do país asiático, o mais populoso do mundo, é desde a Revolução Chinesa em 1949, controlado pelos comunistas).

Infelizmente, nem todos se deixaram comover adequadamente pela estratégia inusitada.

Publicidade

Um usuário do Weibo, uma espécie de Twitter chinês, escreveu: “Tenho que dizer que esta deve ser a coisa mais ridícula e hilária que o partido já fez."

Outro usuário ficou curioso sobre onde acabavam as instruções na noite de núpcias: “Será que o partido os ensina a fazer amor?”, perguntou o indiscreto.

Veja o vídeo abaixo disponível no Youtube:

#Curiosidade