Um vídeo que está circulando nas redes sociais mostra cenas de uma perseguição policial em que a estrela principal é um cachorro, da raça pastor alemão.

Nas imagens divulgadas inicialmente pela emissora norte-americana KGTV News, o cão policial é o protagonista da prisão de um homem que estava sendo caçado pela polícia em uma operação que durava várias horas. O cachorro conseguiu imobilizá-lo e colocou um ponto final na abordagem, que terminou com a prisão do suspeito.

O homem estaria armado com um taco de golf. De acordo com a imprensa internacional, o confronto entre o suspeito e a polícia ocorreu no último dia 21, em San Diego, e durou cerca de duas horas.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a testemunha que fez as imagens, o fotojornalista Paul Andereg, do canal 10News, o incidente começou por volta de 1 da manhã, quando um homem entrou em uma loja e exigiu cigarros. O funcionário percebeu que se tratava de um assalto e conseguiu escapar do setor onde estava o homem, chamando a polícia e deixando o interior da loja. Já o suspeito ficou no interior, recusando-se a sair, mesmo depois que a polícia chegou ao local.

Durante duas horas de tentativas de negociações, o homem visivelmente alterado gritou palavrões enquanto segurava taco de golfe. A polícia também divulgou que o homem tinha um tubo de metanfetamina (um tipo de droga sintética) nas mãos.

A polícia arrombou a porta da loja, atirando no suspeito com balas não letais, mas nem isso foi capaz de segurar o rapaz.

Publicidade

Um cão policial então foi trazido para a loja e entrou em ação, partindo para cima do homem e o jogando no chão.

Nas imagens o cachorro aparece dando várias mordidas no braço do suspeito, que sem chance de reagir grita muito de dor. Enquanto isso os policiais assistem a cena, dando total autonomia para o cachorro na ação.

Depois de vários segundos de ataques, um policial finalmente consegue retirar o cachorro de cima do homem e outro policial o algema. Ainda alterado, o homem reaparece já sentado, gemendo de dor e falando palavrões.

O vídeo tem 51 segundos e recebeu mais de 340 mil likes na página da KGTV News no Facebook.

#Crime #Investigação Criminal