Um #Vídeo chocante está levantando nova polêmica com os #Refugiados muçulmanos. Continuam surgindo relatos de estupros, abusos e violência relacionados com a chegada desses refugiados nos países de acolhimento, o que não está ajudando que seja formada uma opinião positiva sobre eles. Nos Estados Unidos da América, a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais a muito se deveu a essa promessa de não receber refugiados no país. Da Suécia, chega um vídeo que está dando razão para a política de Trump, mas também indigna algumas pessoas, que entendem que esse homem não representa os muçulmanos.

Enquanto que muitas pessoas tentam fugir da guerra e pobreza dos seus países e encontrar um lugar seguro, muitos outros estão provando ser um verdadeiro problema para quem os está acolhendo.

Publicidade
Publicidade

Depois de inicialmente tanto se falar em roubos e violações, agora existe um novo crime que está chocando ainda mais. Dessa vez, aconteceu em Estocolmo, quando as pessoas estavam se preparando para pegar o trem. Com várias pessoas assistindo, aparece um homem, que alegadamente é muçulmano, e que empurra uma pessoa, aleatoriamente, para a frente do trem que estava chegando. Com tão pouco espaço, foi impossível evitar o choque, mas o homem sobreviveu. Com imensas lesões e gravemente ferido. A vítima desse atentado bruto ficou com o pescoço partido, vários ossos quebrados, teve que amputar um pé, e teve ainda duas hemorragias cerebrais, de acordo com a reportagem vídeo que foi realizada, na Suécia.

Assista o vídeo:

As imagens foram captadas pelas câmeras de segurança e é possível ver o rosto do homem, que empurra o desconhecida para a morte.

Publicidade

O alegado agressor é visto saltando por cima das barreiras, forjando sua entrada na gare, e pouco depois, já filmado por outras câmeras, ele é visto empurrando sua vítima.

O vídeo foi colocado no #twitter e são muitas as reações, mas alguns comentários contam que isso tem acontecido mais vezes. E não necessariamente por refugiados. É um novo tipo de crime, que está preocupando.

Muitos americanos aproveitaram, no entanto, para elogiar as medidas de Donald Trump e como ele faz bem em vetar a entrada de refugiados muçulmanos no país. Jimmy Hesse que se assume, no Twitter, como apoiante de Donald Trump critica os "liberais que estão acolhendo a morte e violência", a quem acusa de ser "submissivo ao Islã", e que deverão estar "desejando ser violados e mortos".