Um #Crime de estupro coletivo que aconteceu em Kerala, na Índia, tem chocado a comunidade internacional. Uma mulher de trinta e dois anos e que não quis se identificar, foi vítima de um estupro coletivo cometido por quatro ‘amigos’ de seu marido.

A vítima e seu marido usaram uma roupa que tampasse seus corpos e rostos e deram uma entrevista para a emissora local, NDTV. Ela conta que estava sozinha em casa quando os quatro amigos de seu marido chegaram e disseram que ele estava em um hospital. Depois a levaram para um lugar distante da cidade e decidiram abusar dela, se revezando até que os quatro tivessem a estuprado.

Envergonhada e com medo, devido as leis de castas que existem na Índia, ela demorou para contar o que houve ao marido, mas quando tomou coragem, foi incentivada por ele a procurar a polícia e denunciar o crime.

Publicidade
Publicidade

O que a vítima não esperava era que os policiais que a atenderiam, iriam lhe humilhar.

A vítima contou que ouviu comentários humilhantes e um dos policiais lhe perguntou qual dos estupradores lhe deu mais prazer. Eles disseram para ela retirar a queixa e lhe deram documentos para assinar em seguida. A moça conta que não sabe o que estava escrito nos papeis, mas devido à pressão, acabou assinando.

Na Índia, mulheres que são vítimas de estupro, na maioria das vezes, são vistas como as culpadas pelos atos. Apesar de ter crescido os apelos de órgãos internacionais e de medidas tomadas em vários estados indianos, o assunto ainda é um tabu. Estupro, inclusive, é uma das penas para quem se casa com pessoas de castas inferiores. Ainda que quem se case seja um homem, as mulheres da família são condenadas a serem estupradas, coletivamente, pelos supostos erros do familiar.

Publicidade

O país possui grande variedade de castas e estas não podem se misturar umas com as outras, possuindo tribunais de exceção para julgar os que infringem as regras.

Além disso, é comum que mulheres sejam abandonadas por seus respectivos maridos, após sofrerem abuso sexual, pois são vistas como impuras. O marido da vítima em questão, não a abandonou, mas, nem por isso, o casal conseguiu obter justiça para o caso.

A triste história dessa vítima de um estupro coletivo foi divulgada, internacionalmente, pelo Daily Mail. #Violência #Casos de polícia