A época de natal é um período tranquilo e festivo em todo o #Mundo. O feriado natalino em 2016 parece ser um pouquinho mais do ano que está terminando. O ano de 2016 foi eleito como um dos piores pelos internautas. Na internet diversos memes viralizam sobre os acontecimentos inesperados de 2016, que parecem que ainda não acabou.

Se não bastasse os diversos acontecimentos inesperados de 2016, duas notícias choraram no dia de natal o mundo todo. Primeiro aconteceu a tragédia com o avião russo em pleno dia de natal. O avião que tinha a Síria como destino, caiu no mar Vermelho e deixou 92 mortos. Outro acontecimento chocou todo o mundo neste domingo (25), foi a descoberta de uma bomba na Alemanha.

Publicidade
Publicidade

Imagine sua ceia estar preparada, a família sentada em volta da mesa e, de repente descobrem uma bomba capaz de arruinar quase uma cidade inteira?

O pânico deve ter tomado conta da cidade alemã de Augsburg. Esse deve ser o sentimento das mais de cinquenta mil pessoas foram evacuadas após autoridades encontrarem uma bomba que não havia sido detonada. As pessoas da cidade alemã de Augsburg ficaram impressionadas com o achado em um canteiro de obras. A bomba na verdade é um artefato da Segunda #Guerra Mundial, e foi encontrada anos após o término da guerra em que a Alemanha e seus aliados saíram derrotados. Assista ao vídeo:

A bomba possui 1,8 tonelada e é capaz de destruir tudo em sua volta no alcance de um quilômetro de raio. Para segurança da população, todos habitantes que correm risco, caso a bomba exploda estão sendo evacuados de suas casas.

Publicidade

O artefato é conhecido como “blockbuster” e pertencia a Inglaterra. A bomba foi utilizada durante um confronto na cidade e outros exemplares chegaram a ser detonados. A cidade alemã de Augsburg chegou a ser parcialmente destruída durante a Segunda Guerra Mundial, em 1944.

Os policiais alemães evacuaram a cidade e disseram que é impossível determinar o tempo que levará desarmar a bomba encontrada em Augsburg. As famílias desalojadas aguardam em abrigos para retornarem a sua casa em segurança.

#Casos de polícia