Mais uma tragédia abala o mundo esportivo. Desta vez, no outro lado do planeta, na Rússia, onde um ônibus que transportava uma equipe de ginastas juvenis se chocou com um caminhão nesta terça-feira (6).

Dez adolescentes do time russo juvenil que estavam a bordo morreram e mais duas pessoas que não eram atletas também perderam a vida. As ginastas tinham idades ente 12 e 14 anos e estavam desacompanhadas dos pais.

O veículo perdeu o controle e o motorista não conseguiu evitar a colisão. A batida aconteceu numa estrada que liga os municípios de Khanty-Mansiysk e Tumen.

Ao todo, o veículo transportava 34 passageiros, dos quais 30 eram competidores da modalidade que mais traz medalhas olímpicas ao país.

Publicidade
Publicidade

Conforme divulgou a Federação Internacional de Ginástica (FIG), o trágico acidente rodoviário foi causado após uma derrapagem do coletivo. Na ocasião, a pista estava bastante escorregadia por conta da tempestade de neve.

A pista era de mão dupla e no momento em que o ônibus invadiu a faixa de sentido oposto um caminhão se aproximava em considerável velocidade. Não houve tempo para o condutor desviar e o pior aconteceu.

Bruno Grandi, presidente da FIG, confirmou o acidente e lamentou profundamente as circunstâncias em uma nota divulgada no site da Federação. Segundo o dirigente esportivo, de nacionalidade italiana, a notícia foi muito triste de ser dada. Ele refletiu que os tempos difíceis exigem que os pensamentos se voltem às vítimas e suas famílias.

Ele afirmou em nome da entidade e de todos os amantes do esporte que a comunidade dos ginastas está em luto e envia condolências a todos os entes queridos das vítimas.

Publicidade

Conforme pode ser visto em um vídeo gravado momentos depois da colisão, chovia no momento do socorro às vítimas, o que dificultou os trabalhos de resgate.

O condutor do caminhão sobreviveu e foi detido pelas autoridades de Khanty-Mansiysk que estão investigando o acidente. Ele será questionado sobre as circunstâncias do acidente. As informações serão confrontadas com os elementos colhidos na perícia.

#Crime #Casos de polícia