As duas jovens de 13 e 14 anos que se encontravam desaparecidas em Portugal, na vila de Montemor-o-Velho, foram encontradas mortas durante a tarde desta sexta-feira (9). Segundo o jornal “Correio da Manhã”, a Polícia Judiciária está interrogou um jovem de 18 anos que foi, alegadamente, a última pessoa a ver as duas vítimas ainda com vida. Lígia e Inês viviam em Montemor-o-Velho e na quarta-feira (7), à tarde, decidiram viajar até Coimbra, uma cidade próxima e que é uma das maiores cidades de Portugal. Elas tinham combinado com os pais voltar no trem das 20h30, no entanto, tal não aconteceu e os pais das jovens, preocupados, alertaram de imediato as autoridades.

Publicidade
Publicidade

A mãe de uma das adolescentes informou que a última vez que conseguiu falar com a filha foi já durante a noite de quarta-feira. A menina confirmou que estava quase chegando, porém, logo após essa conversa, ela deixou de atender o celular.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia Judiciária (PJ) ficaram responsáveis pela investigação e por tentar encontrar Lígia e Inês. A GNR colocou vários homens no terreno que fizeram várias buscas. Por seu lado, a PJ interrogou um jovem de 18 anos, que foi a última pessoa a estar com as duas adolescentes ainda com vida.

Entretanto, esta sexta-feira, está já sendo noticiado que as duas jovens foram encontradas mortas perto da estação do trem de Montemor-o-Novo. As informações ainda são vagas mas tudo indica que elas foram vítimas de um #Acidente, tendo sido atropeladas por um trem.

Publicidade

Para já não são conhecidos mais detalhes e a investigação vai continuar. A Polícia Judiciária vai tentar saber em que circunstâncias aconteceu o acidente, uma vez que é estranho que as duas meninas tenham sido atropeladas pelo trem sem que ninguém se tenha dado conta.

Homem foi atropelado por trem em março desse ano

Em março desse ano, um homem de 45 anos foi atropelado mortalmente por um trem na mesma estação onde as duas adolescentes foram encontradas mortas. O acidente ocorreu 300 metros depois do local onde o comboio costuma parar e, na altura, provocou muito alarme na população. #Europa