O astronauta francês Thomas Pesquet está realizando sua primeira missão na #Estação Espacial Internacional (ISS), na sigla em inglês, e, está encantado com a beleza do litoral brasileiro.

Inspirado, ele compartilhou duas fotos com seus seguidores, colocando na legenda um trecho da canção 'Boa Sorte' de Vanessa da Mata com participação de Ben Harper - "Hoje, é atmosfera brasileira", escreveu o Pesquet no Twitter.

O francês, que estudará o impacto da microgravidade nos músculos e testará tecnologias capazes de revolucionar o sistema de purificação da água, passará seis meses em órbita. Ele terá que realizar 62 experiências para a Agência Espacial Europeia (ESA) e para o Centro Nacional de Estudos Espacias (CNES) da França.

Publicidade
Publicidade

Também realizará 55 experiências em cooperação com as agências espacias dos Estados Unidos, Canadá e Japão.

A bordo da ISS, também está o cosmonauta russo, Oleg Novitsky, que realizará mais de 50 experiências científicas para a agência espacial de seu país, e, também, a astronauta americana Peggy Whitson realizará experimentos sobre o impacto da luz no ciclo do sono.

Pesquet tem 38 anos e é o 10º astronauta francês a viajar ao espaço. Os três astronautas tem previsão de retornar à Terra, em 15 de maio de 2017.

Astronauta norte-americano flagra ciclone na costa da América do Sul

O astronauta norte-americano Shane Kimbrough, que também está a bordo da ISS (em outra missão espacial), flagrou um ciclone subtropical na costa da #América do Sul. Além de fotografar o fenômeno climático, ele ainda publicou a imagem no Twitter.

Publicidade

“Um poderoso redemoinho de baixa pressão perto da costa leste da #Argentina. Sistemas tropicais fortes são raros no Atlântico Sul”, disse o astronauta.

O ciclone subtropical fotografado por Kimbrough atingiu o estado de Santa Catarina, na madrugada do último domingo (4), causando destruição e, fazendo com que o prefeito de Florianópolis decretasse estado de emergência. Uma pessoa ficou ferida e 862 pessoas ficaram desalojadas. No verão, é mais comum acontecerem os ciclones tropicais no Atlântico Sul.