Uma bebê morreu eletrocutado, de acordo com uma enfermeira, que revelou esse incidente terrível. A criança estaria brincando com um smartphone que estava carregando, quando acabou se eletrocutando no cabo do carregador. Quando a mãe se apercebeu, já era demasiado tarde e, no hospital, os médicos já nada puderam fazer para que essa tragédia fosse evitada. Agora, uma enfermeira partilhou a imagem da mão da menina, de forma a alertar os #pais para essas brincadeiras com os carregadores, especialmente, sem supervisão de adulto por perto.

O terrível incidente na cidade de Aktau, no Cazaquistão, e a enfermeira que atendeu o menino no hospital compartilhou essa imagem nas redes sociais, com a seguinte mensagem: "não deixem os vossos filhos brincando sozinhos com carregadores".

Publicidade
Publicidade

Essa bebê estaria brincando com o #Celular, enquanto que a mãe estava dormindo, do lado da bebê. A mulher, que tem sua identidade protegida, deixou a menina ficar brincando com o smartphone, que estava ligado no carregador de bateria. Assim que acordou, estranhou não estar escutando qualquer barulhinho da sua filha. Quando encontrou a bebê, ela já estava desacordada. A mãe já não encontrou pulsação da bebê e notou sua mão queimando. Embrulhou a menina em um cobertor e correu com ela para o hospital, mas, quando chegou, já era tarde demais e já não havia nada que fazer, pela vida de essa bebê.

Apesar da menina chegar já sem vida no hospital, foram os médicos que confirmaram sua morte por eletrocutamento, com queimaduras visíveis na mão e no braço.

Um amigo da família revelou que a criança teria começado a brincar com o carregador.

Publicidade

Enquanto que a mãe pensava que ela estava se entretendo com o celular, a bebê teve sua atenção captada para o cabo do carregador, que teria metido na boca e cortado, deixando o fio exposto, que provocou o choque forte, que acabou vitimando a menina.

Esse não foi o único acidente com carregadores de celulares. Também na Rússia, mas em Moscovo, já nesse ano de 2016, uma menina de 14 anos morreu eletrocutada, por causa do carregador. Na época, a criança teria levado o celular carregando, para a ducha. A adolescente morreu assim que o carregador caiu na água. #Bebê