Um pequeno garoto, já mostra o quanto é guerreiro e continua lutando por sua vida que começou de maneira trágica.

De acordo com o portal de notícias online Jornal Ciência, Matvey Zakharenko, nasceu na cidade de Tula, localizada próximo a Moscou, capital da Rússia. Logo depois do seu nascimento ele teve graves queimaduras e foi abandonado. Saiba mais aqui.

Bebê sofreu queimaduras no hospital

O pequeno Matvey Zakharenko, nasceu com saúde e passava bem, até que foi detectado com um caso leve de icterícia, que tem como principal característica a coloração amarela dos tecidos, para o tratamento do pequeno, os médicos recomendaram, uma terapia convencional feita com luz.

Publicidade
Publicidade

O tratamento consiste em deixar o bebê deitado sob uma luz especial, durante um curto espaço de tempo. Porém, durante uma das etapas do tratamento, por uma trágica fatalidade, a enfermeira que acompanhava o bebê, precisou deixar o quarto.

O tratamento que era feito para restaurar a saúde do recém-nascido, quase lhe custou a vida.

Quando ele estava sem supervisão, uma das lâmpadas explodiu e pegou fogo, antes que enfermeira pudesse apagar as chamas e socorrer o bebê, seu corpinho frágil foi consumido pelas chamas, deixando sequelas graves. (Vejam as fotos do bebê na galeria de fotos acima - Imagens fortes)

Abandonado

Para piorar o sofrimento do pequeno Matvey, ao saber do grave acidente e que seu filho precisaria de cuidados especiais permanentes, sua mãe simplesmente o abandonou.

A triste história deste guerreiro, começou a se espalhar pelas redes sociais e comoveu muitas pessoas.

Publicidade

Vários hospitais e várias famílias se ofereceram para cuidar do garotinho, que em pouco tempo de vida, já tinha enfrentado muita dor e sofrimento.

Adoção

Matvey foi adotado por uma mulher identificada como Svetiana, que o cercou de cuidados e carinho, ela passou a contar em um blog sobre a luta diária de seu filho e principalmente sobre suas vitórias.

Em seu blog Svetiana escreveu: "O processo de adoção está completo. Matvey é oficialmente um membro da nossa família, mas isso foi apenas uma formalidade. Já o amávamos há muito tempo”.

Com apenas dois anos de idade, Matvey já passou por várias cirurgias e muitas outras virão. Apesar das dores de dos desafios, o pequeno guerreiro ainda encontra motivos para sorrir. #Tragédia #Hospital #Bebês