Rini Cesillia, de vinte e seis anos de idade, tornou-se conhecida após começar a escrever resenhas sobre produtos de beleza diversos. Não demorou muito e conquistou milhares de seguidores. Tudo ia muito bem para a bela moça, até que ela decidiu ter um dia de descanso.

Rini tirou um dia para relaxar em Bali, que fica na Indonésia. Ela se hospedou em um hotel luxuoso, mas o luxo não foi o bastante para protegê-la: a moça foi eletrocutada enquanto tomava banho em um banheiro desse hotel.

Os amigos da blogueira estranharam o fato dela não atender ao telefone, então sua amiga, Maria, adentrou o quarto do hotel e se deparou com o chuveiro da suíte ligado e com Rini caída no chão, nua, segurando a mangueira do chuveiro, com sinais de queimaduras no peito e já sem vida.

Publicidade
Publicidade

Maria acionou a polícia, mas a única coisa que podiam fazer era encaminhar Rini para os exames que constataram a causa da morte, que eles mesmos informaram acreditar ser uma pane elétrica no chuveiro. Os amigos e seguidores da #Internet ficaram chocados e muito tristes. Rini era natural da Indonésia e quando se hospedou em Bali, só queria um dia de descanso da constante correria do dia a dia.

Pelo Instagram, onde era comum ela publicar fotos sobre quase tudo o que fazia, milhares de pessoas começaram a inundar suas publicações com mensagens de carinho, inclusive quem não era seguidor da jovem.

O trabalho que Rini executava era o mais comum entre moças apaixonadas pela beleza: ela testava produtos para dizer se eram bons, ensinava maquiagens e dava dicas de beleza para suas seguidoras. Também escrevia em um blog que tem o seu nome.

Publicidade

Dona de uma beleza estonteante com cabelos ruivos e olhos azuis, o triste fim da blogueira repercutiu em todo o mundo e ganhou os noticiários. Alguns meios de comunicação e jornais chagaram a se focar no tema dos perigos das panes elétricas, inclusive, oferecendo dicas de segurança dentro de casa, quanto a fiação elétrica dentro do banheiro. Nesse sábado, 17, mais pessoas prestaram homenagem à blogueira. #É Manchete! #Casos de polícia