Em 1947, a cidade de Roswell, no estado do Novo México (EUA), foi palco do mais emblemático e controverso caso ufológico do século XX. Na ocasião, militares chegaram a divulgar para a imprensa, a queda de um objeto voador não identificado (ovni/UFO). Contudo, no dia seguinte, desmentiram a informação.

Desde então, a cidade permanece envolvida em lendas sobre o que de fato aconteceu naquele fatídico 8 de julho de 1947.

Contudo, o recente depoimento de um casal de viajantes, sobre um insólito avistamento de ovni em Roswell, volta a intrigar ufólogos profissionais da Mutual UFO Network (MUFON), o mais antigo grupo de investigações ufológicas do mundo, com sede oficial nos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Conforme o periódico britânico Express, de quinta-feira (8), no relatório enviado à MUFON, escrito pela mulher, cujo nome permanece em sigilo, ela diz que enquanto o marido dirigia de Albuquerque para Carlsbad, resolveu parar em Roswell para abastecer, antes de prosseguir à viagem.

Porém, quando estavam com o veículo parado num semáforo da cidade, à noite, um estranho ovni apareceu perto do automóvel. Segundo a mulher, o UFO, composto por luzes brancas, vermelhas, verdes e azuis, tinha forma triangular.

Ela ainda salienta que as luzes podiam ser percebidas em todas as extremidades da emblemática estrutura.

“A parte traseira (ou frontal), que estava mais próximo de nós, era mais arredondada, mas ainda triangular e tinha luzes vermelhas, verdes e azuis brilhantes”, descreve aos ufólogos.

No entanto, devido a surpresa em presenciar o fenômeno, a norte-americana ressalta não ter filmado ou fotografado o UFO.

Publicidade

Ela confessa que não quis desviar o olhar do ovni.

"Eu não tive tempo de tirar minha câmera ou a pensar muito, porque eu não queria perder o que estava acontecendo”, declara.

A testemunha também acrescenta que a estrutura, “um objeto sólido que surgiu do nada”, era maior do que o carro em que estava. De acordo com a percepção dela, o UFO estava apenas a 6 metros de distância do casal.

Ela ainda acentua que embora a nave estivesse se movendo devagar, de repente acelerou, virou a direita e ficou em cima do veículo deles.

Entretanto, nesse momento, o semáforo abriu e ela perdeu contato visual com o objeto, pois o marido teve de prosseguir viagem.

Todavia, a mulher salienta que haviam mais carros naquele momento. Agora, a testemunha se pergunta se as pessoas nos outros automóveis também viram o mesmo que ela.

Apesar da descrição passar a impressão de que o encontro demorou alguns minutos, na verdade tudo aconteceu em questão de segundos. “Tudo isso aconteceu durante o período de talvez cinco a sete segundos”, conta.

Publicidade

No entanto, a norte-americana conclui o depoimento, ressaltando ter visto um enigmático helicóptero preto, que estava a carregar um enorme objeto.

“Devo dizer também que na nossa viagem para casa, na noite seguinte, vimos um helicóptero preto carregando algo grande debaixo dele”, finaliza.

Ao que parece, atividades militares e alienígenas ainda continuam em Roswell. Para descobrir o que de fato ocorre, alguém terá de atear fogo no ‘vespeiro’.

Abaixo, veja o vídeo da suposta queda de um ovni em Roswell, em 1947 - não há confirmação sobre a veracidade da imagem. Portanto, aprecie com moderação.

#Curiosidades #Viral #Internet