Todo final de ano é marcado pelas confraternizações entre amigos, família e companheiros de #Trabalho. Essa época do ano, geralmente, é marcada pela sensação de mudança, algo novo, deixando coisas ruins para trás, esperando que, no futuro, tudo melhore.

Um fato interessante aconteceu em Cingapura. Depois de um ano muito produtivo, uma rede de academias de MMA resolveu recompensar o esforço e dedicação de seus funcionários de uma maneira incrível.

O patrão teve uma ideia bem bacana, comemorou o crescimento da #empresa, levando todos a um resort 5 estrelas. E se você acha que foram para qualquer lugar, economizando dinheiro, está muito enganado.

Publicidade
Publicidade

Gastando mais de 400 mil libras, que equivalem hoje a mais de 1,5 milhão de reais, ele levou todos para as Ilhas Maldivas, lugar paradisíaco, com águas cristalinas e bastante luxo.

Cerca de 100 de seus funcionários puderam desfrutar da comemoração com tudo pago. Pode até parecer caro ou absurdo, porém, a ideia principal é incentivar os funcionários a trabalharem duro durante o ano. Aqueles que forem bem e cumprirem as metas, ganharão, como recompensa, uma viagem de fim de ano.

Essa tática, além de incentivar, também melhora a convivência no ambiente de trabalho. O chefe conta que muitos de seus funcionários são de origem humilde, sofrendo muito em sua infância com tragédias e dificuldades financeiras, e isso é uma oportunidade de levá-los a locais que nunca teriam a oportunidade de conhecer.

Publicidade

Com certeza, esse chefe será lembrado por cada funcionário, que se dedicará cada vez mais a realizar o que for proposto dentro da empresa. Atitudes como essa têm muito valor na vida de uma pessoa, pois muitos deles não teriam oportunidade, nem dinheiro para conhecer lugares diferentes, longe de toda a dificuldade que viveram quando ainda estavam em seus países de origem.

Se todos os patrões começassem a valorizar mais seus funcionários, oferecendo recompensas e planos de carreira, tudo seria melhor e mais produtivo para ambas as partes, sejam elas patrões ou funcionários. #Emprego