Paolo Pietropaolo, italiano de 42 anos, residente de Formia, mantinha um relacionamento com Carla Caiazzo de 38 anos que estava grávida da primeira filha do casal. Paolo que sempre demonstrou ser inseguro, viu seu relacionamento abalado após as inúmeras crises de #ciúme e acusações protagonizadas por parte dele, envolvendo Carla.

De acordo com o site Today, em fevereiro desse ano, o casal teve uma forte discussão após Carla ser convidada para um passeio por um amigo. Tomado pelo ciúme doentio, Paolo fez várias acusações sobre a conduta da namorada que chegou a cogitar que eles se separassem por um tempo. Não conformado com a proposta feita por ela, Paolo partiu para cima da moça desferindo vários golpes e tentando asfixiá-la.

Publicidade
Publicidade

Após dar início à sessão de pancadas e sufocamento, o italiano despejou uma grande quantidade de álcool industrial sobre ela e ateou fogo.

Ao perceberem a briga e os gritos de socorro partidos da casa, um vizinho invadiu o imóvel e levou Carla para o hospital, onde passou por uma cesariana, dando à luz a uma menina. Carla por sua vez teve 50% do corpo queimado, principalmente na região do rosto e tórax, onde a concentração das chamas foi mais intensa. Paolo fugiu de carro e se envolveu em um acidente, após ser abordado pela polícia local, foi levado para a delegacia onde foi detido por estar dirigindo sob efeito de drogas. A acusação de tentativa de assassinato foi feita posteriormente.

Julgamento e pena

Durante o julgamento, Paolo negou ter como objetivo matar a namorada. Diante do júri e das testemunhas, o italiano afirmou que seu único desejo era desfigurar o rosto de Carla, para que ninguém mais a desejasse.

Publicidade

A vítima teve o rosto totalmente queimado, ficando desfigurada e se submetendo a diversas cirurgias para reconstrução a face.

Após analisar o ocorrido e ouvir as versões dos envolvidos, Paolo foi condenado a 18 anos de prisão e a pagar uma indenização equivalente a mais 1 milhão de reais para mãe e filha, ficando estipulado o valor de R$ 897 mil para Carla e R$ 177 mil para a filha do casal. #Rosto desfigurado #namorado ateia fogo