A polícia mexicana desvendou um crime incrivelmente macabro. Emmanuel Delani Valdez Bocanegra, de 26 anos, está sendo acusado pela morte de Francia Ruth Ibarra, também de 26 anos. Porém, os detalhes do crime são arrepiantes, depois do jovem, alegadamente, ter dado um banho de ácido na garota. A motivação do crime teria sido a recusa dela em fazer #sexo com ele, o que o teria deixado indignado, ao ponto de ter cometido essa barbárie.

Encontro marcado pelo Tinder

O casal se conheceu através da aplicação Tinder, na Internet. O site de #Encontros é muito procurado por pessoas de todas as idades, mas nem sempre o final é o mais desejado.

Publicidade
Publicidade

No entanto, com Francia e Emmanuel até nem teria começado mal. Os dois já tinham se encontrado algumas vezes, até o final macabro. Antes de isso, tudo parecia correr bem e, apesar dos amigos de faculdade de Francia, saberem de esses encontros, nenhum deles tinha estranhado nada. Até o desaparecimento da garota, que os deixou preocupados e teriam pensado logo em Bocanegra.

Como funciona o Tinder?

O Tinder é um aplicativo que usa o perfil Facebook da pessoa para buscar as primeiras informações. Depois, o que o aplicativo faz é combinar encontros com perfis que tenham algumas coisas em comum. E não são apenas as informações da pessoa, como idade, morada ou perfil, mas são também as páginas que as pessoas curtem, que acabam mostrando como é a pessoa. O 'match perfeito' é encontrado somente quando os dois estão de acordo, e a pessoa pode sempre ir recusando o perfil sugerido pelo #tinder.

Publicidade

Depois de encontrarem o 'match' ou o par perfeito, o aplicativo disponibiliza o chat online, que permite que os dois entrem em contato direto, se assim o entenderem.

No Brasil, este aplicativo já conta com mais de dez milhões de pessoas na base de dados.

Banho de ácido e dissimulação de corpo

Apesar de já terem agendado alguns encontros antes, Francia estaria longe de conhecer o que a aplicação Tinder tinha reservado para ela. Alegadamente, a jovem teria recusado manter relações sexuais com ele e Bocanegra, frustrado por isso, teria matado a jovem. Depois derreteu o seu corpo com ácidos, e a polícia acabaria desvendando o crime, encontrando seis quilos de carne humana dentro de sacos plásticos. O DNA mostrou que esses restos pertenciam ao corpo da jovem desaparecida, Francia.

Entretanto, Emmanuel Bocanegra já foi detido pela polícia e é ele o principal suspeito dessa morte chocante.