Os corpos de Sinead Higgis e do #filho Oisin, de sete anos, foram encontrados dentro de casa, em Londres, na Inglaterra. #mãe e filho já estavam sem vida quando foram encontrados. A polícia acredita que a popular #enfermeira matou o filho, por primeiro, e em seguida cometeu suicídio. A investigação ainda está no início mas, para já, a informação que vai prevalecendo é que a mulher estaria perturbada com o final do seu relacionamento com o parceiro, um advogado.

Apenas cinco dias antes desse final trágico e inesperado, Sinead tinha deixado uma mensagem crítica no seu Twitter. "O futuro parece muito..." e terminava com um emoji de um tornado, dando a entender que dias complicados e ruins se aproximavam, quando estamos a poucos dias do Natal.

Publicidade
Publicidade

Foram os vizinhos que chamaram a polícia, alertando que alguma coisa de errado estaria passando. Quando os oficiais entraram, encontraram rapidamente um cenário de horror, com os corpos da mãe de 37 anos e o menino, de apenas sete, caídos no chão. Pela primeira avaliação da polícia, tudo indica que se tratou de um caso de homicídio, seguido de suicídio, sem que ninguém de fora tivesse participação nessa tragédia.

Para já, a polícia está afastando a possibilidade de alguém ter entrado nessa casa, para cometer esses crimes. A polícia teve que forçar a entrada na casa, depois de chamados pelos vizinhos, na manhã de quarta-feira, dia 14 de dezembro. Os vizinhos não viam mãe e filho desde o final de semana e, apesar dos resultados das autópsias não terem saído ainda, a polícia acredita que eles poderiam estar mortos desde esse final de semana.

Publicidade

Na mesma conta de Twitter em que escreveu essa mensagem bem crítica, dias antes de sua morte, a mulher se descreve como uma "pessoa divertida" e "mãe do meu precioso Oisin", demonstrando todo o seu amor e carinho pelo filho que, alegadamente, teria matado. Os vizinhos também a descrevem como uma "boa pessoa" e "muito simpática". Garantem que vão sentir falta dela e que notaram que ela não estava bem, nos últimos tempos. Uma vizinha fala mesmo que a "a vida estava correndo mal". No trabalho, com o namorado que terminou com ela e teria ainda algumas dívidas, de renda e de uma conta no tribunal.

A investigação vai continuar.