O assunto já vem sendo discutido há um bom tempo, quando tornou-se cada vez mais evidente depois que várias pessoas ao redor do mundo começaram a questionar o fato de representantes norte americanos estarem realizando viagens ao continente gelado. De acordo com teóricos da conspiração, muitos acreditam que fatos intrigantes estejam sendo descobertos por lá.

O jornal Daily Mail explica que, no dia 9 de novembro, o atual secretário de defesa dos Estados Unidos, John Kerry, teria realizado uma viagem para a Antártida para observar os padrões do aquecimento global registrados naquele continente. Mas um fato que chama a atenção é que a viagem foi marcada justamente em meio a uma disputa acirrada para o cargo de presidente dos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Agora, o que os norte-americanos querem saber é o seguinte: afinal, o que tinha de tão importante na Antártida a fim de fazer com que o secretariado de defesa norte americano deixasse o país em um momento crítico para se deslocar até o continente gelado com o objetivo de analisar padrões de aquecimento global.

Na semana passada, o ex astronauta Buzz Aldrin, o segundo homem a pisar na Lua, postou em sua conta do Twitter um comentário para lá de intrigante. De acordo com seu comentário, nós corremos perigo, ele é o próprio mal. Em meio a essa afirmação, ele postou a imagem de uma suposta pirâmide que está localizada no Pólo Sul da Antártida.

O comentário foi postado dias depois do ex-astronauta ter adoecido misteriosamente enquanto participava de uma expedição ao continente gelado. Hoje, Buzz Aldrin, passa bem depois de passar duas semanas internado em um hospital da Nova Zelândia.

Publicidade

O pedido de resgate foi realizado pela empresa Antártida Company, que atua na área de turismo com sede na África do Sul.

De acordo com informações da Associação Internacional de Operadores da Antártica, a instituição que confirmou a evacuação de Aldrin também afirma que o quadro clínico do paciente era estável antes dele ser levado para a Nova Zelândia. Após se aposentar pela Nasa, Aldrin se autodenomina um estadista global do espaço e defensor da exploração espacial.

#entreternimento #ruínas na Antártida #Curiosidades