A foto foi tirada no verão de 2014, em uma pequena cidade chamada Ayolas, no Paraguai, mas voltou a circular nas redes sociais no inicio desta semana de Natal do ano de 2017, causando comoção em vários internautas.

Segundo relatos dos internautas, a imagem foi registrada por uma jovem após uma intensa chuva que atingiu a região. A tempestade causou grandes inundações que, além do Paraguai, atingiram também o Brasil e a #Argentina, na época.

A fotógrafa amadora registrava aquela triste situação e foi quando viu uma cena que cortou seu coração: um cachorro resgatando um gatinho, que estava preso em meio à inundação e debilitado por causa do clima frio.

Publicidade
Publicidade

Já sem forças, o gatinho se aconchegou nas costas do cão.

A situação dramática e a solidariedade daquele #animal mexeram com a emoção de vários internautas pelo mundo. A jovem postou a foto no seu perfil no Facebook, com as seguintes palavras: “Morri de amor ao ver isto… Aconteceu em Ayolas. Uma imagem que vai ficar na minha mente e no meu coração para o resto da minha vida”.

A imagem se espalhou pela internet naquela época. E, agora, devido ao clima natalino, em que o amor e a generosidade se espalham nos corações humanos, a foto voltou a circular com força total.

A imagem, que está sendo compartilhada em várias redes sociais, voltou a viralizar com força total neste final de ano.

A mensagem que a imagem passa mostra que, nos momentos difíceis, todas as diferenças são superadas e que o amor entre as criaturas ainda é possível, além de ratificar o velho jargão de que a união faz a força.

Publicidade

Relações entre espécies

No mundo animal existem relações entre espécies diferentes que geram benefícios simultâneos. Na verdade, é uma ajuda mútua em que ambos são os interessados e também os beneficiados.

As situações hostis de clima, a busca pelo alimento ou o risco de predação torna os #Animais frágeis. É por isso que, ao longo do tempo, diversos animais desenvolveram formas de aumentar suas chances de sobrevivência na natureza.

E ai? O que você achou da cena?