De acordo com o site Mirror, do Reino Unido, uma mulher grávida foi morta na Índia durante uma festa de casamento enquanto dançava em cima de um palco, atingida pelo disparo de uma arma de fogo que estava em posse de um convidado bêbado.

Kulwinder Kaur, de 25 anos, estava se divertindo ao lado de outras mulheres, e alguns convidados embriagados teriam ficado com raiva por ter sido impedidos – por uma equipe que cuidava do palco – de participar da dança com as garotas, ao ponto em que um deles disparou uma arma contra a jovem.

Segundo o Mirror, quatro pessoas já foram presas acusadas pela morte de Kaur, incluindo Lucky Goyal, líder do partido político centrista conhecido como Shiromani Akali Dal (este é um partido de base religiosa, com seus preceitos vinculados ao Siquismo).

Publicidade
Publicidade

O amigo de Lucky, Sanjay Goyal, também foi detido, e as identidades dos outros dois envolvidos não foram reveladas.

O incidente aconteceu em Bathinda, cidade localizada no Estado de Punjab, no norte da Índia. O marido de Kaur, identificado como Rajinder Singh, teria afirmado que sua esposa estava grávida de três meses, e que ela teria morrido instantaneamente ao ser atingida pelo disparo.

Convidado portava armas na festa

A filmagem mostrando o assassinato de Kulwinder Kaur foi publicada online, e já está disponível em alguns canais do YouTube. No vídeo, é possível ver claramente, instantes antes do #Crime, um homem segurando uma espingarda, logo abaixo do palco ocupado pelas mulheres enquanto elas dançavam.

Ainda de acordo com o Mirror, o superintendente sênior da polícia local, Swapan Sharma, afirmou que ambas as armas encontradas pelos oficiais na cena do crime pertencem a Sanjay Goyal.

Publicidade

Sharma revelou, após uma análise das imagens que registraram todo o incidente, que foi constatado que Lucky estava segurando um revólver calibre 32, e atirou para o alto enquanto tentava subir no palco. A outra arma, uma espingarda calibre 12, estava em posse de Goyal, que também se encontrava próximo ao local no qual as mulheres estavam dançando.

O superintendente da polícia disse ainda que ambas as armas foram recuperadas pelas autoridades. Assista ao momento do crime (contém cenas fortes):

#Investigação Criminal #Casos de polícia