Milhões de pessoas dizem amar os #Animais, mas destas, boa parte não hesitaria em se livrar de um cão ou gato só porque ele estragou alguma coisa, mordeu alguém ou simplesmente tem dado trabalho. Outras pessoas, descobrem que os animais podem lhe fazer muito feliz e encontram na proteção animal, uma fonte de felicidade.

Esse é o caso do empresário indiano, Rakesh Shukla. Ele viveu por um bom tempo nos Estados Unidos e quando voltou para a Índia, abriu sua própria empresa, em sociedade com sua esposa. O negócio sempre esteve muito bem e a vida de Rakesh era repleta de luxos, carros modernos e relógios carros, mas alguma coisa ainda estava faltando.

Publicidade
Publicidade

O sentido de sua vida foi revelado após a pequena Kavya, de apenas 45 dias de vida, entrar em sua vida. A cadela da raça Golden Retriever, despertou o amor de Rakesh pelos animais. Ele contou, em uma entrevista à BBC, que quando Kavya foi para sua casa, estava assustada e se escondeu debaixo da cama. Ao mesmo tempo que ela aparentava estar com medo do novo lar, ela tentava confiar em seu novo dono. Foi ali que o empresário se questionou, sobre qual seria a sua função no mundo.

Três meses depois, ele encontrou uma cadela na rua. Chovia há dias na Índia e a cadela estava muito molhada. Depois da segunda moradora, o número de hóspedes permanentes só foi aumentando. Toda vez que Rakesh saia de casa e encontrava um cachorro abandonado, o levava para sua residência.

Não demorou muito e a casa do indiano logo se transformou em um abrigo.

Publicidade

A esposa de Rakesh reclamou, pois eram muitos #Cães dentro da residência, então ele começou a levar alguns animais para o escritório, transformando o segundo andar do prédio em um espaço para cães. Logo esse espaço se tornou insuficiente e então o protetor adquiriu uma fazenda, transformando-a, posteriormente, em um abrigo imenso de animais. No local, trabalham dez pessoas, incluindo o pessoal da limpeza diária, os tratadores e veterinários.

Mas nem tudo sempre foi um mar de flores. Vizinhos do local já reclamaram dos latidos dos cães e pediram para o abrigo deixar de existir ou mudar de endereço, mas Rakesh Shukla se recusou a atender os caprichos e seus vizinhos mal humorados. Ele segue dando uma segunda chance para cães idosos, doentes e abandonados e hoje conta com 735 cães em sua fazenda, que existe desde 2012.

Para alimentar toda essa galera, a fazenda serve, aproximadamente, 200 quilos de alimentos diariamente. Além disso, tem animais que precisam tomar medicamentos todos os dias. O empresário visita a fazenda entre 3 e 4 vezes por semana. Quando não está no local, está em sua empresa, com a esposa.

Quanto aqueles que desejam o fim da fazenda por conta do barulho, Rakesh é bem determinado ao afirmar que fez um pacto com seus cães: “Nunca nos separaremos”. #É Manchete!