Diane Guilmette achou que a vida estava lhe sorrindo quando ela finalmente foi convidada por um homem que conheceu num aplicativo para namoro para um jantar romântico.

A norte americana colocou sua melhor roupa e foi confiante para o encontro que prometia ser o melhor dos últimos tempos. O restaurante era renomado e isso indicava que o futuro possível namorado queria causar boa impressão logo de cara.

Tudo estava indo muito bem. O moço tinha um bom papo e pediu uma série de pratos e vinhos de qualidade. Diane estava nas nuvens. Parecia muito bom para ser verdade. Não, não era verdade.

O que era para ser uma noite memorável para a solteirona em busca de um amor acabou se transformando em um rombo financeiro daqueles de dar indigestão.

Publicidade
Publicidade

A moradora de Los Angeles, nos Estados Unidos, acabou abandonada no jantar pelo golpista, que queria apenas encher a barriga com alta gastronomia e boa bebida. O príncipe encantado de instantes atrás virou apenas mais um dos muito aproveitadores de mulheres solitárias e carentes.

Diane começou a desconfiar quando o paquera saiu um instante da mesa para fazer uma ligação e estava demorando para voltar. A constatação de que havia sido vítima de um farsante veio quinze minutos depois. O resultado concreto, além do prejuízo emocional, foi um significativo prejuízo na conta bancária. Diane arcou com o equivalente a R$ 560,00 e um fim de noite na delegacia, onde a polícia de Los Angeles colheu elementos sobre o caso e já apontou o suspeito como sendo Paul Gonzales.

Ainda no restaurante, Diane ficou ainda mais perplexa quando tentou enviar uma mensagem golpista no aplicativo por onde tinhas se conhecido e descobriu que seu perfil já estava bloqueado por Paul.

Publicidade

Ela não tinha nenhuma pista de onde achá-lo.

A história foi contada pela rede de televisão CBS. Após dar a publicidade ao caso nas redes sociais, a vítima ficou sabendo que o golpe já vem sendo praticado pelo conquistador barato há tempos. Outras vítimas enviaram relatos semelhantes, mostrando que o rapaz é um estelionatário que vive às custas de mulheres carentes.

Para algumas mulheres ele se identificava como policial, inclusive. Uma das enganadas contou que teve de arcar com mais R$ 300,00 em um restaurante depois que Paul disse que ia no banheiro e nunca mais voltou.

Segundo a polícia de L.A.,o falso galanteador responde a dois processos por roubo, além de ter saído de um barbeiro onde cortou o cabelo sem pagar a conta. #Crime #Investigação Criminal