Embora ninguém saiba o que de fato acontece depois da morte, existem casos de indivíduos que supostamente estiveram do ‘outro lado’ e voltaram para contar o que viram.

Um desses sortudos, Gary Wood, que aos 18 anos sofreu um grave acidente de carro, na companhia da irmã de 16 anos, que estava no banco do carona, fala ter interagido com seres angelicais e encontrado o melhor amigo de infância, quando permaneceu clinicamente morto por 1 hora.

De acordo com informações do jornal britânico Express, de quarta-feira (14), ele e a parente voltavam para casa, quando o veículo que dirigia colidiu contra um automóvel que estava estacionado ilegalmente – não há detalhes sobre a colisão.

Publicidade
Publicidade

Apesar da irmã mais nova ter sofrido ferimentos leves, Wood, adolescente naquele tempo, teve a laringe e as cordas vocais esmagadas, além do nariz decepado e vários ossos quebrados. Quando os paramédicos chegaram à cena do acidente, o declararam morto.

Porém, a partir desse momento, Gary revela ter vivido a maior surpresa de sua vida.

Em depoimento ao apresentador Sid Roth, do programa It´s Supernatural, de temática relacionada a assuntos paranormais, confidencia ter sentido dores extenuantes antes de “ascender ao Céu”.

A experiência

Conforme Gary Wood, enquanto a alma deixava o corpo físico, numa fração de segundos viu toda sua vida passar diante dos olhos, como se fosse um filme.

Em seguida, acrescenta ter passado por uma situação semelhante a experimentada por usuários de LSD ou cogumelos.

Publicidade

Na percepção dele, uma enorme nuvem em forma de funil o puxou e o levou para o Céu.

Wood acentua ter sentido calma e tranquilidade enquanto era absorvido pela brilhante nuvem de formato exótico. "Então, essa nuvem abriu e eu vi este satélite de ouro gigante, suspenso no espaço que a Bíblia chama de Céu", comenta.

Ele, que escreveu vários livros sobre a breve estada no ‘Paraíso’, sendo a obra mais conhecida: Um Lugar Chamado Céu, argumenta ter sido recebido por um anjo gigante, de 21 metros de altura (70 pés), que vigiava a porta de acesso àquela realidade.

Wood ainda comenta que no interior do local havia outro anjo, e que os dois seres celestiais conversaram para permitir a entrada dele na ‘cidade espiritual’.

Encontro com o amigo de infância e Jesus

Após os anjos autorizarem o acesso de Gary à área, ele afirma que o melhor amigo do tempo de escola - morto em um acidente com um cortador de grama, o recepcionou.

"Meu amigo começou a me levar em uma excursão para um lugar chamado Heaven”, recorda.

Publicidade

Depois de conhecer partes do ‘Céu’, Wood encontrou Jesus, que disse a ele que retornaria à Terra para dizer às pessoas que o mundo espiritual é de verdade.

O alegado filho de Deus ainda explicou a Gary que haverá mudanças no planeta. "Jesus disse-me para dar uma mensagem específica - haverá um espírito de restauração que iria prevalecer por toda a Terra, haveria um ensino e ênfase na oração", conclui.

Gary salienta que voltou ao corpo material quando ele e o amigo, que passeavam pelo local, ouviram a irmã, Sue, chorar e chamar pelo seu nome.

"E então eu apenas voltei para baixo, para o meu corpo. Eles [paramédicos] notaram sinais de vida, e me levaram às pressas para o hospital para me estabilizar", finaliza.

E você, caro leitor, acredita na vida após a morte? Ou supõe que após a falência física só resta o ‘sono eterno’? #Bizarro #Mídia #Curiosidades