O caso aconteceu em La Plata, capital da Província de Buenos Aires na Argentina. Uma jovem de 23 anos, identificada como Nadia Sepúlveda, que é estudante de medicina, para se livrar de uma tentativa de estupro, se jogou do 2º andar, do prédio onde mora. O Homem foi retido pelos vizinhos até a chegada da polícia, que o prendeu.

A estudante de medicina chegava em casa, quando encontrou um homem desconhecido parado no portão, que pediu gentilmente a jovem para entrar no edifício. Nadia acreditando ser um vizinho que teria esquecido a chave do portão de entrada do prédio, deixou que ele entrasse.

De acordo com informações fornecidas pelo Jornal La Nacion , o irmão da jovem em entrevista teria informado, que após estar nas dependências internas do edifício, o homem surpreendeu sua irmã com um soco no rosto.

Publicidade
Publicidade

E agindo com violência contar a jovem que tentava se defender. O suspeito ainda saiu arrastando a jovem em direção ao apartamento dela. Tentando força-la a entrar, a moça continua resistindo as investidas do estuprador, que não desiste. Vizinhos não percebem a movimentação nos corredores do prédio. Até que enfim consegue escapar do agressor e sai correndo. O suspeito não desiste do ataque e vai atrás da jovem, que em uma atitude de desespero, e se vendo sem saída, se jogou do segundo andar do edifício para se livrar do ataque do estuprador.

O barulho da queda da moça alertou toda vizinhança do que estava acontecendo, ao saírem de seus apartamentos, já encontraram a estudante de medicina caída no chão. O agressor tentou fugir, mas foi contido pelos vizinhos da moça, que chamaram o socorro e a polícia.

Publicidade

A ambulância chegou de imediato para socorrer a jovem e levá-la rapidamente a um Hospital, para receber atendimento médico.

Os vizinhos seguraram o suspeito até a chegada das autoridades, que prenderam o homem em flagrante.

A jovem segue internada em uma Unidade De Terapia Intensiva (UTI) no hospital que foi atendida. Seu estado de saúde não foi divulgado.

O suspeito de tentar estuprar a vítima, continua preso a disposição da justiça argentina e responderá pelos crimes de agressão e tentativa de violência sexual.

O ataque aconteceu nesta última segunda-feira (5), em La Plata, Nadia tinha acabado de chegar de sua cidade natal Bahía Blanca, que é também a cidade onde a jovem cursa a faculdade de medicina. #Crime #Investigação Criminal