Dois jovens acabaram sendo flagrados por câmeras de segurança enquanto faziam #sexo no centro histórico da cidade de Arequipa, localizada no sul do Peru, a mais de 2000 metros do nível do mar. O evento começou pouco antes das quatro da madrugada do dia 06 deste mês. Os dois jovens estavam deitados no chão quando o rapaz começou a acariciar a moça, que correspondeu a seus avanços na mesma moeda. O casal então deu rédea solta a seus baixos instintos”, nas palavras do jornal peruano El Popular. Supõe-se que estavam ambos alcoolizados.

Uns poucos minutos depois de começado o ato, uma viatura da polícia municipal chegou, acionada pelo serviço de vigilância cidadã.

Publicidade
Publicidade

Os policiais intervieram, pondo fim assim à diversão dos tresloucados jovens naquele local insólito.

Não é a primeira vez - e provavelmente não será a última - que uma câmera flagra um casal fazendo sexo em um local público. No País de Gales, por exemplo, no mês passado, um casal foi filmado por celulares fazendo sexo no sofá em um clube noturno - chamado Revolution - da cidade Cardiff. Um #Vídeo foi parar até no Youtube, merecendo menções de jornais como o Mirror e o Metro.

Há pouco menos de dois meses, um casal foi flagrado por câmeras de vigilância fazendo sexo na Câmera de Vereadores de Guarulhos, que estava ocupada por manifestantes, em sua maioria estudantes do Ensino Médio e universitários, contrários à aprovação da PEC 241, que limita os gastos públicos, com o objetivo de reordenar as contas públicas deficitárias do país.

Publicidade

Há alguns dias, um casal foi fotografado mantendo relações sexuais em plena luz do dia em uma montanha chamada de Porta do Diabo, em El Salvador, país da América Central. As imagens feitas por outros turistas acabaram viralizando nas redes sociais, segundo o jornal britânico The Sun.

Alguns casos do gênero tornam-se célebres, principalmente por causa das pessoas envolvidas. Um exemplo é o polêmico vídeo da atriz Daniella Cicarelli fazendo sexo na praia, cuja divulgação acabou levando-a a processar o Google e exigir uma multa de quase cem milhões de dólares. #Flagra