Lucas Bigley, de 19 anos, foi condenado a prisão por um brutal ataque contra o amigo Mathew Wilson. Lucas teria perdido a cabeça quando descobriu que o amigo estava se relacionando com a sua mãe. Por não aceitar a 'traição' de um de seus melhores #amigos, ele desferiu um ataque brutal, usando uma faca, para o matar. Mathew ainda foi encontrado com vida, mas acabaria por não resistir aos graves ferimentos.

Depois de um julgamento que demorou duas semanas, o tribunal de Hull, na Inglaterra, decidiu condenar Bigley a uma pena perpétua e, no mínimo, esse jovem terá que cumprir 22 anos atrás das grades.

O #Crime aconteceu em Sheffield, quando a emergência foi acionada depois de terem encontrado um homem, em estado grave, após um esfaqueamento.

Publicidade
Publicidade

Assim que Mathew Wilson foi transportado para o hospital, a polícia começou logo procurando por Lucas Bigley. Algumas testemunhas ajudaram nesse processo de investigação e teriam ajudado logo com informações importantes, que apontavam para Bigley como o suspeito desse ataque bárbaro.

O rapaz foi encontrado, pouco depois, com suas roupas manchadas de sangue, e com o jovem tentando limpar suas mãos. Quando a polícia encontrou Bigley, ele estava lavando as mãos, tentando esconder sua culpa pelo esfaqueamento do amigo. A faca do crime, ainda ensanguentada, foi encontrada dentro da propriedade onde Lucas Bigley estava e levada para análise.

O rapaz foi prontamente detido e colocado em prisão preventivamente, onde ficou aguardando o julgamento desde o dia 28 de maio de 2016, quando o crime aconteceu.

Publicidade

O detetive do caso, Craig Jackson, se mostrou muito abalado com esse crime. Após o final do julgamento, ele comentou o caso, revelando que os dois jovens eram muito amigos e que a tragédia aconteceu quando Lucas Bigley descobriu o relacionamento amoroso do amigo com a mãe. O investigador revelou ainda que isso mostra bem o perigo que é as pessoas andarem com facas e, em casos extremos, podem cometer esse tipo de loucuras.

Após a saída da sentença, nesta sexta-feira, 9, a família da vítima se mostrou satisfeita com a decisão do tribunal. Apesar de nada trazer Mathew de volta, a família se sentiu "aliviada" com a sentença dada para o assassino. #Relacionamento