Mal Mitchell Bain, de 20 anos, foi o namorado que toda garota reza para não ter. A infortunada pelo #Relacionamento, foi a jovem Jessica Evangelho.

Os casos de relacionamento envoltos no abuso de alguma das partes vem sendo, infelizmente, cada vez mais comum. As vítimas desse tipo de crime geralmente escondem o terror que enfrentam diariamente. Muitas sendo dominadas pelo medo, deixam passar acusações contra pessoas que mereciam estar atrás das grades por seus atos.

Tem ganhado destaque na mídia internacional, a voz de prisão que Mal Mitchell recebeu após denúncias alegando que o jovem abusava cruelmente da namorada.

A vítima teria permanecido em silêncio por meses e meses, se tornando submissa ao seu companheiro.

Publicidade
Publicidade

O caso aconteceu em Cannock, Inglaterra.

De acordo com The Sun, Mitchell Bain dava ordens todos os dias para sua companheira não passar maquiagem e nem tomar banho. Era proibido para Jessica qualquer contato com sua higiene pessoal. Além disso, ele agredia-a fisicamente todas as vezes que ela não cumpria com o que lhe era determinado. Algumas testemunhas ainda recordam que o rapaz era extremamente possessivo, controlando exatamente todos os passos que a garota dava.

A jovem teve que mudar de vida completamente para se encaixar nas expectativas de seu parceiro. Os abusos começaram quando o casal passou a dividir a mesma casa.

Em alguns episódios, Mitchell também acusava Jessica de estar sendo infiel. Quando começou a suspeitar, passou a pedir fotos de todos os lugares que a moça ia para comprovar sua localização.

Publicidade

No início do mês, após as denúncias, Mal foi abordado e levado em prisão preventiva para aguardar julgamento. No começo foi resistente e negou qualquer envolvimento com tal crime, mas seguindo o conselho de seu advogado, acabou se declarando culpado.

O valentão só foi cair na cadeira de réu, depois que Jessica foi parar em um hospital, apresentando grandes hematomas por toda extensão do corpo. Sua família pressionou para que ela abrisse o jogo e delatasse seu agressor. #Violência contra a mulher #Violência