Nathalie Finn tinha somente 16 anos, quando morreu, já no hospital. A menina foi levada de casa, depois de sofrer um ataque cardíaco, mas as revelações estavam longe de terminadas. A adolescente não resistiu, até porque seu estado de saúde estava demasiado debilitado. Agora, no Tribunal, os #pais aparecem como suspeitos por essa morte, bem como de maus tratos a outros dois filhos, de 15 e 14 anos.

No Tribunal, o casal do Iowa, Estados Unidos da América, foi acusado de ter matado a menina "intencionalmente, deliberadamente, com premeditação e maledicência". Alegadamente, Nathalie foi privada de ter roupas limpas, comida e cuidados médicos.

Publicidade
Publicidade

Ela e os dois irmãos, que também passavam o tempo todo, trancados dentro de casa e sem terem nem o que comer. A menina teria morrido de fome, e chegou a um estado de tamanha fragilidade, que acabou sofrendo uma parada cardíaca. Quando foi levada para o hospital, já era tarde demais para que pudessem fazer alguma coisa por sua vida.

Com os pais como suspeitos na sua morte, os irmãos poderão ter agora uma nova vida, livres desses maus tratos, inexplicáveis, dos próprios pais. O que também não ficou esclarecido foi o papel, por exemplo, dos vizinhos em toda essa história. Em Tribunal, ficou descrito que eles notavam que as crianças não estavam sendo bem tratadas, nos últimos cinco meses. Um deles contou mesmo que viam a menina sempre com a mesma roupa, e que até fedia. Nathalie pedia comida para ela e para os irmãos, por várias vezes, o que poderia ser encarado como um pedido de ajuda, de quem está passando por necessidades.

Publicidade

No entanto, eles não teriam apresentado qualquer queixa ou pedido de ajuda, junto das autoridades competentes, permitindo dessa forma, que esse final fosse manchado por tão grande tragédia.

Além da fome, e de sofrerem esses danos psicológicos, com a tortura de ficarem trancados dentro de casa, eles teriam ainda várias lesões provocadas pelas agressões dos pais. Os pais respondem ainda pelos graves ferimentos, que eles apresentavam, quando esse caso foi desmascarado. As acusações do Tribunal são "sequestro", "negligência de pessoa dependente",e ainda "ameaça física contra criança, causando ferimentos graves". A mãe, Nicole Finn, está também acusada de "assassinato em primeiro grau", caindo essa acusação do pai, Joseph Michael Finn, que estaria, para já, ilibado da mais grave das acusações.

O casal tem ainda mais dois #Filhos, de 15 e 23 anos, que não viveriam na casa, e estão se divorciando nesse momento. #Família