Assaltos são muito comuns em todo o mundo. No entanto, alguns deles acabam repercutindo em todo o mundo. O portal de notícias da RedeTV!, em reportagem publicada neste fim de semana, diz que um criminoso tentou realizar um assalto em um local inusitado, uma Sex Shop. A ação criminosa aconteceu na cidade de San Bernadino, nos Estados Unidos. Câmeras do estabelecimento filmaram toda a ação. Um homem usando um capuz chegou ao local fortemente armado. Ele parecia não temer o que iria acontecer com ele. O assaltante invade o estabelecimento, que no momento da tentativa de assalto estava sendo cuidado por duas moças, funcionárias do local.

Ao entrar na loja, o homem aponta um revólver para as mulheres.

Publicidade
Publicidade

Ele aponta a arma de fogo e também chega a segurar uma delas pelos braços. De acordo com o portal da RedeTV!, as imagens do #Crime foram filmadas e divulgadas pela polícia, talvez na tentativa de saber quem era aquele criminoso, que se escondia atrás de um capuz. Uma das funcionárias, chamada Amy, disse que achou que aquele meliante estava tentando ser engraçado e não imaginou que a ação fosse um crime. Para ela, tudo não passava de uma brincadeira de mau gosto, um susto. Curiosa, no entanto, foi a reação de Amy ao ver que o homem realmente tinha em suas mãos uma arma de fogo de verdade.

"Mas quando eu vi a arma eu pensei: 'Sério? Eu não tenho tempo para isso", disse ela em entrevista ao jornal ABC. A funcionária é gerente do local. Ela estava com sua colega trabalhando quando tudo aconteceu.

Publicidade

Para conter o homem, as duas tiveram uma ideia diferente. Começaram a jogar nele vários elementos da loja, como os dildos, que são os famosos pênis de borracha. A tática funcionou. Aos poucos, o ladrão foi recuando. Ele acabou desistindo de que aquele era um dia para se praticar crimes. O vídeo mostra o homem caminhando tranquilamente para fora do estabelecimento após ser atingindo pelos produtos eróticos.

Veja abaixo o vídeo da tentativa de assalto e o momento em que as mulheres se defenderam com os produtos eróticos:

#Investigação Criminal