Uma modelo morreu na mesa de cirurgia enquanto era submetida a uma sessão de lipoaspiração na cidade de Guayaquil, Equador. Os familiares e amigos de Melanie Montenegro acusam o cirurgião plástico Dr. Felipe Leyton de demorar muito para informar o óbito aos parentes, para que tivesse tempo de fugir e evitar sua prisão.

O caso foi contado pelo tabloide inglês The Mirror. À publicação um ator e amigo da modelo disse que o cirurgião custou a informar a morte da paciente com a clara intenção de escapar de prováveis punições.

Segundo a reportagem, Melanie Montenegro veio à óbito após um ataque cardíaco. Ela tinha 22 anos de idade e viajou para Guayaquil, no sudoeste da província equatoriana de Guayas, somente para fazer o procedimento.

Publicidade
Publicidade

A polícia está investigando o caso e ainda não conseguiu localizar o cirurgião, considerado desaparecido.

De acordo com o pai da vítima, Edwin Montenegro, ele e a esposa foram informados de que sua filha estava morta por um telefonema do proprietário da clínica onde o Dr. Felipe Leyton trabalhava.

Segundo o proprietário da unidade, sua equipe médica não tinha sido informada de que ela era alérgica a um dos medicamentos utilizados durante a cirurgia.

O pai alega que não sabia que a jovem seria ser submetida à cirurgia e afirmou que ela foi induzida a arriscar a vida por conta de anúncios de TV que oferecem o procedimento a baixo custo.

O promotor que investiga o caso, Fredy Toala, já determinou uma busca na clínica cirúrgica e na casa onde o médico estava supostamente vivendo, mas os agentes não encontraram mais ninguém.

Publicidade

Um vídeo com imagens de Melanie sendo submetida à lipoaspiração foi publicado na internet e circula nas redes sociais.

Um porta-voz da família, Hector Vanegas, informou ao jornal que também planeja denunciar a clínica às autoridades médicas e também processar criminalmente o estabelecimento e seus responsáveis.

Muito emocionada, a mãe do modelo, Margota Robles, clama por punição aos responsáveis. “Eu só quero justiça para minha filha”.

A modelo deixou uma filha de três anos de idade. Ela era relativamente conhecida no mundo virtual, onde trabalhava em uma telenovela transmitida no YouTube.

A jovem estava estudando jornalismo e teatro e ainda tinha uma empresa de gestão de eventos. A morte da modelo chocou os internautas e causou enorme repercussão por conta dos riscos de procedimentos estéticos.

#Crime #Casos de polícia