Apesar de todos os cuidados e protocolos necessários, realizados pelos trabalhadores das companhias aéreas, às vezes, incidentes e surpresas acontecem. Esse é o caso de uma passageira de um dos aviões da companhia United Airlines, que ficou muito ferida após #saltar de um #avião quando ele ainda estava realizando manobras na pista de pouso. O episódio aconteceu no Aeroporto Internacional George Bush na tarde de segunda-feira, dia 28, e chamou a atenção de outros passageiros e trabalhadores do aeroporto.

O avião vinha de Nova Orleans, Estados Unidos, e estava terminando a aterrisagem quando a passageira levantou-se do seu acento, se dirigiu para a porta de emergência da aeronave e a abriu, saltando logo em seguida.

Publicidade
Publicidade

Devido à altura da aeronave e ao deslocamento, a #Mulher se machucou muito na queda. Segundo relatos de pessoas que estavam presentes, a mulher ainda conseguiu se levantar e correr pela pista de pouso, chamando a atenção das pessoas.

Segundo a CNN, o caso foi confirmado pela porta-voz da empresa aérea americana Maddie King, ela contou que, imediatamente após a queda, a mulher foi identificada, porém, sua identidade está sendo preservada. A mulher foi resgatada por profissionais e encaminhada ao hospital para realização de exames e consulta para tratamento de seus ferimentos.

O ato impensado da passageira foi tão surpreendente que ela passou por interrogação, realizada pelos agentes do FBI, antes mesmo de sair do hospital. Posteriormente, ela foi encaminhada para avaliação psiquiátrica.

Em entrevista à CNN, um passageiro contou como tudo aconteceu.

Publicidade

Segundo ele, a atitude da mulher passaria despercebida se não fosse por um outro passageiro que viu a mulher correndo do lado de fora da aeronave. Um homem, identificado com Hampton Friedman, filmou a porta aberta do avião e disponibilizou o vídeo na internet. Apesar do ato incomum, todos os demais passageiros continuaram em seus acentos.

É importante ressaltar que, apesar do caso ter um final feliz, já que a mulher sobreviveu à queda, o ato colocou sua vida em risco, além de causar alvoroço. Além disso, felizmente, ninguém saltou do avião atrás dela, para ajudá-la, o que colocaria a vida de outros passageiros em risco também. O Ministério Público ainda não se pronunciou sobre alguma acusação contra a mulher.