Quem fica nas redes sociais se depara com tudo que possa imaginar: tem declaração de amor, término de namoro, traição, procura por emprego, piadas, dicas e muito mais, entretanto, o que uma americana postou recentemente deixou os internautas chocados. A mulher divulgou na rede social uma carta destinada ao seu companheiro e logo em seguida matou o filho do casal, um bebê de apenas 1 ano e 3 meses de vida.

O crime aconteceu em Shrewsbury Township, uma pacata cidade americana na Pennsylvania. Logo após matar a criança, a mulher tirou a própria vida. O crime chocou a todos nesta última segunda-feira, dia 26.

A mãe sem coração tinha 40 anos e sufocou seu próprio filho até que ele morresse.

Publicidade
Publicidade

Ela estava sozinha em casa com a criança no momento do assassinato e para tirar sua própria vida, usou uma arma.

Entretanto, antes de fazer toda essa barbaridade, ela acessou seu perfil no Facebook e divulgou uma carta escrita para o marido. No texto, ela disse que o marido nunca esteve presente na criação do filho e revelou também que estava se sentindo muito confusa ultimamente e por isso resolveu matar o filho e se suicidar: "Você nunca vai ver o seu filho de novo, você não merece ter um filho", escreveu a assassina na rede social.

No momento da postagem, muitas pessoas acharam que poderia ser uma brincadeira, afinal, quem iria publicar algo assim no Facebook e logo em seguida matar o próprio filho e ainda se suicidar? Ninguém acreditou que aquilo fosse verdade, mas um amigo da mulher viu a postagem feita por ela e tratou de avisar a polícia o quanto antes, só que era tarde demais.

Publicidade

Os policiais foram imediatamente para a residência onde ela morava, mas chegando lá, o bebê já estava morto e ela já tinha suicidado.

O pai da criança está desesperado e não quis comentar nada a respeito, entretanto, ele terá que prestar depoimento. Familiares e pessoas mais próximas também poderão ter que dar seu depoimento. A polícia já deu início às investigações, mas infelizmente, não resta mais nada a ser feito. #Tragédia #Suicídio #Morte