Um grupo de mulheres lideradas por Grace Blundell, de 22 anos, se despiram de preconceitos e também de suas roupas. Na praia, em Auckland, Nova Zelândia, várias pessoas se uniram por uma causa. A campanha 'Free the nipple' (ou libertem os mamilos, em português) continua para muitas #Feministas, que lutam por igualdade entre homem e mulher, também no direito em andar em topless, mostrando os seios . Porém, Grace reclama da atenção sexual que o seu protesto gerou, por parte de vários turistas que ficaram tirando fotos e expressando sua excitação, de formas menos próprias.

A ideia de Grace, quando organizou esse protesto, era que muitas pessoas se unissem por essa causa que ela defende.

Publicidade
Publicidade

Na verdade, ela conseguiu que 40 pessoas tirassem a camisa, entre homens e mulheres, mas várias outras pessoas não tiraram a roupa mas apoiaram a causa, e ficaram do seu lado. O que Grace e as outras feministas não gostaram nem um pouco foi dos turistas que estavam na praia tirando foto dos seios das mulheres, com uma finalidade e desejo sexual.

Grace admite que é sempre bom "gerar atenção" para essa campanha, mas que essa é uma atenção que ninguém deseja e é até contrária ao fundamento dessa campanha. A organizadora do protesto pretende que homens e mulheres deveriam ter o direito em andar em topless, sem que isso tivesse uma conotação tão sexualizada. O objetivo seria que as mulheres pudessem andar sem top, mas que isso não fosse constrangedor para ninguém e que fosse natural. Como é para os homens, que ela relembra que nem sempre tiveram esse direito.

Publicidade

Só a partir de 1930, depois de se manifestarem, é que os homens ganharam o direito a andarem sem camisa, em espaço público.

No entanto, a jovem pode ficar satisfeita porque a sua manifestação ganhou grande destaque, por todo o mundo, e são muitos os comentários, apesar de que nem todo são positivos. "O #seios são sexuais", escreveu um usuário, que entendeu que as pessoas ficassem olhando. "São seios, é natural que os homens olhem e que gostem de olhar", comentou outro, enquanto que algumas pessoas disseram que "o que elas querem é atenção", entre várias outras críticas contra feministas.

E o leitor, o que pensa desse caso? Concorda que as mulheres andem sem blusa na rua? Ou acha que vai sempre levar a uma atenção sexual? Deixe sua opinião! #sexualidade