Polêmica! A traição, de fato, é um assunto bastante complexo e problemático para milhares de pessoas, principalmente quando o assunto envolve a ‘motivação’ para isso, que pode acontecer de diversas maneiras. No entanto, uma recente pesquisa demonstrou um dado alarmante com relação aos encontros extraconjugais: muitas mulheres têm procurado amantes pelo fato de que os seus parceiros não estão contribuindo com elas nas necessidades básicas das residências onde esses casais moram. Mais de dez mil mulheres foram pesquisadas, e dessas, 73% disseram que o principal motivo para elas traírem é o fato de que os seus maridos não ajudam em casa.

Das mulheres estudadas, 84% disseram que o fato dos maridos não ajudarem em casa tem causado brigas e inúmeras discussões.

Publicidade
Publicidade

A pesquisa realizada pelo polêmico site francês Gleeden – que inclusive é especializado em relacionamentos extraconjugais – mostrou que grande parte das mulheres entrevistadas se sentem de fato muito incomodadas em realizarem as tarefas domésticas sozinhas, cuidarem do lar solitariamente e realizar os afazeres domésticos sem uma ajuda de seus maridos.

Como uma crescente nesse meio, o Gleeden é um site que auxilia homens e mulheres casados a terem encontros extraconjugais de forma discreta e está presente em vários países do mundo – inclusive no próprio Brasil – e já chegou a incrível marca de 3,2 milhões de participantes que utilizam os serviços do site para irem em busca de amantes.

A pesquisa destaca ainda que, para 86% das mulheres entrevistadas, é algo muito importante a questão de que os homens desempenhem ou simplesmente as ajudem nas tarefas domésticas, e não somente pensem em manter a casa financeiramente.

Publicidade

Para elas, tarefas como lavar a louça e arrumar a casa, por exemplo, são fatos que podem contribuir para que o relacionamento conjugal permaneça tranquilo e ‘fiel’.

Já no Brasil, de acordo com o governo brasileiro, no ano passado, (2015), o número de casamentos entre os brasileiros cresceu em mais de 160%. No entanto, apesar da ‘crescente’ no número de casamentos, os brasileiros têm se separado mais com o passar do tempo, por diversos motivos. #Casamento