Um vídeo divulgado no início desse mês, pela página 'Israel News Online', no Facebook, mostra um fenômeno natural registrado na fronteira entre dois países que estão em gerra, a Síria e Israel. Segundo dizem os religiosos, a nuvem de tempestade misteriosa teria sido enviada por Deus e o seu objetivo principal é proteger Israel do Estado Islâmico, um dos grupos mais temidos da atualidade, que dissemina o ódio e o terror por todo o planeta. O vídeo divulgado nas redes sociais já tem mais de sete milhões de visualizações e muitos comentários, o que demonstra que um número de pessoas significativo acredita que, de fato, exista a possibilidade desse fenômeno ser para ajudar Israel e que ele teria sido enviado por Deus.

Publicidade
Publicidade

"Isso é Deus. Israel é a menina dos olhos dele. Aqueles que odeiam Israel, Deus odeia, aqueles que amam Israel, Deus ama. Ele defenderá Israel em todos os momentos. Nada consegue derrubá-la.", diz Anna Rider, professora de uma Universidade do Nevada, nos Estados Unidos, que é apenas uma das pessoas que viu as imagens e se disse comovida. Até mesmo canais de televisão discutiram este fenômeno, para muitos, inexplicável. As cenas do que era para ser um show da natureza ganharam contornos sobrenaturais e religiosos. Um ar de esperança em uma região que precisa conviver com a dor e o ódio também se criou.

A página confirma que a nuvem é um fenômeno meteorológico, mas chama as nuvens de estranha tempestade, já que acontece justamente na região de Golã, onde existe uma fronteira entre Síria e Israel.

Publicidade

O território foi invadido pelo Estado Islâmico. "Esta estranha tempestade do que aparenta ser poeira, nuvem e chuva, não atravessou a fronteira para Israel", diz o texto em inglês publicado na fanpage local. Em seguida, a mensagem diz que isso é Deus dando provas de que jamais abandonará o seu povo, ficando e o defendendo até os últimos instantes.

Abaixo, você leitor pode assistir ao vídeo que mostra o momento em que a forte nuvem densa toma conta do ambiente local. Para você, o evento pode ter contornos divinos? Deixe seu comentário.

#Religião