De acordo com o dr. Simon Day, cientista da Universidade College London (Inglaterra), existe a chance de ondas gigantes de até 25 metros de altura, destruir Nova Iorque e Miami, caso haja um desmoronamento de terra nas Ilhas Canárias – arquipélago situado no oceano Atlântico, que pertence à Espanha.

Conforme o periódico britânico The Sun, de domingo (11), além das duas cidades, Simon fala que Boston e países da América do Sul e Central, também poderão ter regiões varridas do mapa.

Segundo o cientista, ondas apocalípticas poderão ser geradas pelo desabamento de partes do vulcão Cumbre Vieja, no oceano Atlântico, durante uma erupção.

Publicidade
Publicidade

Na avaliação do pesquisador, caso isso aconteça, a parede da água será monstruosa, semelhante a que varreu a cidade de Nova York, no filme hollywoodiano O Dia Depois de Amanhã (2004).

O estudioso salienta que desde o momento em que escreveu sobre a teoria das ondas gigantes, formadas pela erupção do Cumbre Vieja, há 15 anos, tem observado a pesquisa ser rechaçada pelos colegas.

No entanto, depois do tsunami de 2004, que resultou em mais de 250 mil mortos na Indonésia e nos países ao redor, cientistas começaram a encarar com seriedade a hipótese do vulcão das Ilhas Canárias desencadear ondas mortais.

Agora, por exemplo, a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), e a Sociedade Geológica dos EUA, alertam para que habitantes de regiões litorâneas se preparem para um evento como esse, conforme ressalta o repórter George Sandeman (The Sun).

Publicidade

Em comunicado à imprensa, o porta-voz da NOAA lembra que em menos de 10 anos, houve quatro tsunamis devastadores em diferentes áreas do mundo: a onda de 2004 no oceano Índico; o sismo de 8 graus de magnitude nas Ilhas Samoa, em 2009; o tsunami do Chile em 2010; e a gigantesca onda no Japão, em 11 de março de 2011.

Agentes da NOAA argumentam que apesar dos tsunamis serem imprevisíveis, medidas preventivas podem evitar significativas perdas humanas.

"Apesar de um tsunami não poder ser evitado, o impacto de um tsunami pode ser atenuado através de preparação da comunidade, avisos oportunos e resposta eficaz", conclui o porta-voz.

O site Brasil Escola acentua que se o Cumbre Vieja entrar em erupção, poderá despejar cerca de 500 toneladas de terra no oceano Atlântico, provocando ondas gigantes que chegariam até o Brasil.

Porém, no momento, não há indícios de atividade no vulcão. Por enquanto, podemos dormir sossegados. #Mídia #Curiosidades #Internet