Um grupo de traficantes do Peru não vai ter o tão sonhado Natal em família. E tudo isso, acredite, é culpa de Papai Noel. Pois é, o "bom velhinho" decidiu dar um "presente de grego" para criminosos do distrito de Comas, localizado na capital do Peru, Lima. De acordo com informações do portal de notícias R7, em matéria publicada nesta quinta-feira, 15, o trabalho de prisão foi realizado por unidades antidrogas da polícia local. Já comemorando o Natal, os agentes da lei decidiram ir trabalhar vestidos de Papai Noel. Isso já se tornou uma tradição na região. No YouTube, diversos vídeos mostrando ações parecidas em dezembro fazem o maior sucesso.

Publicidade
Publicidade

No vídeo ao final dessa reportagem, o leitor pode ver como funciona a estranha tática dos policiais. Eles chegam usando sacos vermelhos, que costumam carregar os presentes. Dentro deles, no entanto, estão armas, que são usadas na intimidação contra os criminosos. O bom velhinho aparece até usando um fuzil militar. As luvas brancas, no entanto, parecem que o atrapalham um pouco a manusear a arma. Enquanto isso, os traficantes estavam escondidos em uma propriedade da região, sem imaginar o que aconteceria com eles. A assessoria de imprensa da polícia da região diz que a operação foi um tremendo sucesso. Os traficantes presos fazem parte de um facção conhecida como 'Clã del Pinto'. Com os bandidos estavam mais de quatro mil papelotes envoltos em cocaína. A quantidade de droga era tão grande que estava dividida em três casas da região.

Publicidade

Nem todo mundo gosta da presença de Papai Noel no local. Uma mulher garante que, no próximo Natal, voltará e fará a vida do policial um tremendo inferno. Ele parece não dar bola e leva o companheiro dela para a cadeia. Nas redes sociais, peruanos comemoraram a ação da polícia e já estão desejando boas festas com o sentimento de estarem um pouco mais seguros, já que os criminosos dessa facção haviam sido presos e não conviviam mais na sociedade.

Veja abaixo o vídeo da operação que teve a ajuda do 'Bom Velhinho' no Peru:

#Crime