Quase toda religião conta com um grupo extremista, o Hinduísmo não é diferente. Alguns radicais hindus, presentes no estado de Maharashtra, tinham agredido um pastor e, com uma arma apontada para a sua cabeça, jogaram gasolina sobre seu corpo e ameaçaram tacar fogo. Porém, uma reação inesperada veio por parte do pastor: Ele começou a orar e a louvar Jesus Cristo em voz alta, o que deixou os agressores ainda mais irritados. O pastor sobreviveu às agressões e a experiência de quase morte que os extremistas o fizeram passar.

O pastor se chama Prashant Bhatnager, com 45 anos de idade e estava orando e entregando folhetos junto com alguns fiéis até que um grupo hinduísta pediu para que eles parassem com ameaças de morte, porém o grupo não se intimidou.

Publicidade
Publicidade

Mais tarde, cerca de trinta extremistas cercaram o grupo de cristãos e sequestraram o pastor Prashant. O jogaram dentro de um carro e se deslocaram em alta velocidade para uma área isolada.

Quando chegaram na local começaram a bater no pastor, acusando-o de fazer conversões forçadas e a alienar as pessoas com a palavra de Cristo. Após passar muito tempo apanhando e sobre a mira de uma arma, o líder religioso disse que começou a sangrar muito pela boca e pelo nariz: "Já estava sem forças". Foi ai que sentiu que estavam jogando gasolina sobre seu corpo.

Quando sentiu o líquido se espalhar sobre seu corpo, começou a louvar o nome de Jesus: "Os homens que me atacavam ficaram cada vez mais irritados e batiam, chutavam e socavam com mais força, me mandando calar a boca. Um deles cuspiu no meu rosto enquanto outro urinava em mim”.

Publicidade

disse o líder da igreja Baban Kamble ao Morning Star Notícias (Site de notícias independente com foco exclusivamente na perseguição dos cristãos).

Devido as agressões, o pastor acabou desmaiando e só acordando no outro dia com um bom samaritano jogando água em seu rosto e tentando reanimá-lo. Alguns moradores resolveram avisar o outro pastor da região que, quando viu a gravidade dos ferimentos, o levou as pressas para o hospital da região.

Prashant Bhatnager se recupera dos diversos ossos que foram quebrados, assim como cortes na cabeça e por todo seu corpo. Ele foi interrogado pela polícia se havia forçado conversões, o que é proibido por lá. Porém apenas relatou que recentemente 5 Hinduístas haviam se convertido para sua #Religião mas que foi por livre escolha. #Terrorismo #Acidente