A banda canadense Nickelback foi muito querida aqui no Brasil, com várias músicas que entraram em trilhas de novelas. É o caso, por exemplo, de “How you remind me” e “Photograph”. E pelo visto, a tirar pela última edição do Rock in Rio, ainda há muitos fãs dos canadenses liderados por Chad Kroeger por aqui.

No entanto, em sua terra natal, a banda não parece ser muito querida. Nos últimos anos, a banda passou a ser motivo de chacota e piada. As músicas não parecem agradar aos ouvidos de lá e as pessoas costumam debochar de quem gosta do som dos caras.

Inclusive, a polícia da pequena cidade de Kensington, num post bem humorado (e polêmico) no #Facebook, ameaçou “torturar” os motoristas que forem pegos embriagados a ouvir músicas da banda.

Publicidade
Publicidade

Ao que parece, ouvir Nickelback é realmente uma tortura para as pessoas do Canadá: “Mas métodos de tortura não vão contra o Tratado de Genebra?” perguntou um usuário no post.

Ainda no Facebook, os policiais continuaram: “E quando pegarmos você, e nós vamos pegá-lo, além de uma multa pesada, uma acusação criminal e um ano de habilitação suspensa, nós lhe daremos um bônus: ouvir Nickelback enquanto caminha direto para sua cela”.

No início do post, a ironia: “Presente para quem bebe e dirige. Bônus de Natal”. E eles vão além: “Se você é tolo o suficiente para dirigir após beber, então um pouco de Chad Kroeger será o presente perfeito para você. Então, por favor, não permita que seja preciso destruir nosso DVD do Nickelback nunca aberto. Você não dirige embriagado e nós não te faremos ouvir isso”.

Publicidade

O post trazia ainda uma imagem do item, devidamente lacrado em embalagem plástica.

A publicação foi excluída da página após vários sites de notícias do mundo todo reproduzirem o post. Muitas pessoas não gostaram da ideia, e alegaram que eles estavam fazendo piada com algo sério. Alguns fãs do Nickelback também reagiram mal ao post.

E há ainda os que ofereceram outro artista canadense no lugar: “Não ofendam o Nickelback, eles são uma boa banda! Por que não usam alguém como Justin Bieber?” #Canadá #Música