Uma menina de três anos foi encontrada dentro de uma caixa pequena de madeira. A menina estaria vivendo dentro dessa caixa, sendo forçada pelos #pais a ficar sempre lá dentro. Os policiais foram chamados no local, mas nem acreditavam que isso fosse mesmo verdade. Quando chegaram, revelaram um #Crime hediondo perpetuado pelos próprios pais da criança. Entretanto, já fizeram nove detenções, onde se incluem os pais da menina.

Pais forçaram menina a viver dentro de caixa

O caso é impressionante e nem os policiais conseguiram evitar ficar enojados quando encontraram uma menina vivendo dentro de uma caixa de madeira, junto com insetos mortos.

Publicidade
Publicidade

O caso está chocando o mundo e mostra um crime evidente de crueldade infantil. A caixa de madeira não teria mais do que meio metro de altura e pouco mais teria de largura, dando para imaginar as terríveis condições em que essa criança, já com três anos, se encontrava. A caixa foi encontrada no meio da sala de uma casa, no Indiana, Estados Unidos da América.

Ao que tudo indica, a criança poucas palavras conseguia dizer, porque teriam sido raras as vezes em que ela falou, e seu corpo estava enrolado dentro da caixa. Se desconhecem, no entanto, mais informações sobre o estado da menina, que teria sido imediatamente levada para o hospital.

Pais entre os detidos

A polícia fez nove detenções, como resultado desse crime hediondo. Entre eles, estão os pais, que seriam os responsáveis por manter essa menina nesse cativeiro indescritível. O pai, Christopher Short, de 25 anos, a mãe, Donna, de 42 anos e ainda Patricia Meeks, de 18, estão diretamente implicados nesse crime de crueldade infantil.

Seis outras pessoas também foram detidas, mas seus nomes não foram revelados.

Publicidade

Se desconhece se pertencem ou não à mesma família, e estariam acusados por não terem denunciado esse caso de abuso de #crianças. A omissão desse crime os coloca também como responsáveis do mesmo.

O detetive Jeff Richwine liderou essa investigação e ficou chocado por ninguém ter colaborado com o seu trabalho. Assim que a polícia começou tirando as pessoas de dentro da casa, ninguém se pronunciou sobre a presença da menina na caixa. Jeff admitiu que esse foi um dos casos em que ele só pedia para que fosse mentira, não querendo acreditar que alguém fosse capaz de fazer isso com uma criança.