Nesta sexta-feira (16), o governo americano aumentou mais que o dobro o valor da recompensa para achar e capturar o líder do Estado Islâmico Abu Bakr al-Baghdadi. O valor oferecido anteriormente era de US$ 10 milhões e aumentou para US$ 25 milhões.

O anúncio foi feito pelo Departamento de Estado justamente no momento em que forças locais apoiadas pelos EUA, estariam fecham o cerco dos extremistas islâmicos de Mossul e Raqua. Este cerco está sendo executado pelas forças sírias e iraquianas.

A recompensa milionária será paga a qualquer pessoa que passe informações da localização do militante extremista, que é mais conhecido como "Califa Ibrahim", para que ele seja preso e condenado.

Publicidade
Publicidade

O Departamento de Estado Americano informou que sob o comando de Califa Ibrahim, o Estado Islâmico (EI), matou milhares de civis, inclusive no brutal assassinato de reféns americanos, japoneses e britânico.

De acordo com o Departamento do Estado, o grupo ainda foi responsável por ataques com armas químicas no Iraque e na Síria, contrariando normas mundiais que proíbem o uso desse tipo de armamento. Além de ter arquitetado e apoiado muitos ataques terroristas fora de suas fronteiras.

Os Estados Unidos vem em busca de localizar o comandante Islâmico Al-Baghdadi, que inicialmente teria assumido um perfil menos “ousado”, mais sigiloso. Porém no mês passado a postura do novo líder do califado mudou, ele teria gravado um áudio, convocando todo seu exército e seus seguidores para se unirem e lutar em defesa da região de Mossul.

Publicidade

Não se tem certeza que o líder Islâmico esta escondido na cidade de Mossul, onde agora se encontra na mira do cerco sírio e iraquiano. A cidade teria se tornado califado, após no de 2014 o Estado Islâmico ter tomado conta de várias áreas no leste da Síria e norte iraquiano.

A Intenção do apoio americano á forças aliadas para reforça as buscas de localização e punir Al-Baghdadi, para combater o crime de ataques terroristas, que teve um aumento significativo, e a grande maioria com a autoria ou apoio do Estado Islâmico.

A recompensa já foi ofertada e o cerco também já esta formado faltando agora a prisão de Abu Bakr al-Baghdadi. #Investigação Criminal