A agressão aconteceu no final do mês de outubro, porém as imagens das câmeras de segurança do metrô de Berlin só foram divulgadas na quinta-feira da semana passada. E apenas esta segunda-feira (12), quase dois meses depois do #Crime, é que o primeiro suspeito foi identificado e detido. O rapaz estava acompanhando o agressor no momento do delito.

As imagens do circuito interno da estação Hermannstrasse, que fica localizada no bairro Neukölln, em Berlim na Alemanha, mostram o exato momento em que tudo aconteceu. A jovem descia as escadas da estação do metrô, em seguida aparece o agressor, que segurava uma garrafa de bebida em uma das mãos, e na outra um cigarro.

Publicidade
Publicidade

Ele está em companhia de outros três amigos, que aparecem na gravação.

O agressor desce as escadas atrás da vítima, que quando começa a descer o último lance de escadas da estação, é atingida de forma violenta e inesperada, por um chute nas costas. A jovem cai bruscamente e bate o rosto e o corpo violentamente no chão. O agressor vai embora como se nada estivesse acontecido, um de seus amigos ainda observa a jovem caída, mas nada faz para ajudar, apenas abaixa e pega um objeto na escada e também vai embora.

No vídeo mostra um homem que passava pelo local na hora, e se aproxima da vítima caída ao chão, aparentemente para ajudá-la. A jovem informou a imprensa alemã que com a queda acabou fraturando o braço.

Segundo Martin Steltner, porta-voz da promotoria de Berlim, informou que o amigo do agressor que foi detido, estaria sendo ouvido, porém as autoridades não iram divulgar pelo menos por enquanto, nenhuma informação a respeito do caso.

Publicidade

A agressão sofrida pela jovem, não existiu nenhum motivo aparente, e o caso gerou uma discussão nas redes sociais sobre violência pública na Alemanha. Muitos internautas ficaram revoltados ao ver as imagens. Alguns deles chegaram até oferecer recompensa para quem identificar e falar o paradeiro do agressor. O dono de uma empresa de segurança em Berlim, postou em sua rede social, que pagaria 2 mil euros, para quem informasse o nome e endereço do suspeito.

As autoridades alemãs não divulgaram se já localizaram e prenderam o agressor. Mas o clima entre os alemães ainda é de revolta a respeito do caso.

Confira abaixo o vídeo que mostra o momento da agressão:

#Casos de polícia #Mundo