A queda da aeronave que transportava o time da #Chapecoense, para o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, acabou com um sonho de uma cidade inteira, e chocou o mundo pela forma trágica que o #Acidente aconteceu, no maior acidente da história do esporte.

Em meio à tragédia, a Colômbia deu um show de humanidade e respeito às vítimas do acidente, nesta quarta-feira 30 de novembro, enchendo o estádio Atanasio Girardot, com 45 mil pessoas e também as ruas da cidade de Medellín, com mais de 75 mil pessoas para prestar uma das maiores e mais lindas homenagens da história.

Era o horário do jogo da final, porém, ao invés de rolar a bola para um jogo de futebol, deu-se início a uma das maiores celebrações de carinho e humanidade que já vimos no mundo.

Publicidade
Publicidade

A Colômbia homenageou os 71 mortos no acidente e também não se esqueceu de falar dos que foram salvos e dos heróis do resgate às vítimas.

As imagens ficarão conhecidas no mundo inteiro, por toda a eternidade, não por celebrar uma partida de futebol ou comemorar um gol e sim por solidariedade, respeito e compreensão.

As rivalidades, as ambições, indiferenças e paixões ficaram de lado, e os colombianos, por um dia, viraram brasileiro. Choros e gritos, não de alegria, mas de tristeza. Uniformes brancos faziam homenagens individuais a cada pessoa que morreu. Muitos cartazes, faixas e o momento que fez a todos que estavam assistindo chorar, hora em que todo o estádio gritou “somos todos Chape” em um cântico emocionante e que vai ficar para história.

As velas foram acesas pelas pessoas que estavam no estádio.

Publicidade

O exército tocou os hinos da Colômbia e do Brasil. Bandeiras foram erguidas a meio mastro e o mundo chorou.

Autoridades do Brasil falaram. O ministro Jose Serra se emocionou, muitas vezes engasgou e mostrou a tristeza que o povo brasileiro está sentindo.

Logo em seguida, os torcedores gritaram “é campeão” para o time de Chapecó. A página do Facebook, Isso é Brasil, transmitiu, ao vivo, toda a cerimônia realizada na cidade de Medellín. Foram mais de 43 mil curtidas, 9 mil compartilhamentos e 8 mil comentários de pessoas emocionadas com as imagens que ninguém vai conseguir esquecer.

A maioria dos comentários usava a hashtag #forçaChape.

Foi uma linda homenagem de um país que abraçou o Brasil.

Assista ao vídeo abaixo:

#Luto