Nos dias de hoje, constantemente surgem informações de assassinos que relatam seus crimes nas #Redes Sociais. Alguns usam a internet para postar fotos dos crimes outros para mandar recado às vítimas, e por aí vai. O fato é que estas postagens macabras, infelizmente fazem parte do mundo virtual.

O mais novo caso aconteceu na cidade de Shrewsbury Township, em Pennsylvania, nos Estados Unidos. Segundo informações do jornal "Daily Mail", uma americana usou seu perfil em uma rede social para mandar um recado sinistro ao seu companheiro antes de tirar a própria vida e matar o filho do casal.

A tragédia foi registrada pela polícia americana no dia 26 de dezembro e chocou os cidadãos dos EUA.

Publicidade
Publicidade

A mulher identificada como Sheri Shermeyer, de 40 anos, matou o seu próprio filho sufocado. O bebê tinha apenas um ano e três meses. O caso aconteceu na residência da família, no momento em que ela se encontrava a sós com a criança. Após matar o bebê, ela se apossou de uma arma e se matou.

Antes de cometer este ato de loucura, ela havia publicado no Facebook uma carta para o marido. Em um longo e magoado texto de desabafo, ela acusou o esposo de não participar da criação do bebê e disse que estava confusa, e por isso decidiu cometer o homicídio, e na sequência se matar. "Você nunca mais irá ver o seu filho de novo. Você não merece ser um pai, nem ter este legado", escreveu a mulher em um trecho do texto.

Após ler a mensagem publicada na rede social, um amigo do casal acionou a polícia, mas ao chegarem à residência, os policiais se deparam com a triste cena: mãe e filho mortos.

Publicidade

As autoridades estão investigando o caso. O pai da criança e esposo da autora permanece em silêncio, e até o momento não se pronunciou sobre esta tragédia familiar.

No bairro onde o caso aconteceu, vizinhos das vítimas relatam que o casal parecia ser uma família feliz, e que nunca imaginaram a possibilidade de um fato como este acontecer.

O amigo que denunciou a publicação à polícia diz se sentir magoado por não ter dado tempo para que a tragédia tivesse sido evitada. #Estados Unidos #Casos de polícia