Barack Hussein Obama II, nascido em Honolulu, no Havaí, é graduado em Ciência Política pela Universidade de Columbia e em Direito pela Universidade de Harvard. Atuou na defesa de direitos cíveis e lecionou Direito Constitucional na Universidade de Chicago, além de já ter sido Senador pelo estado de Illinois. Foi eleito presidente dos #Estados Unidos pelo Partido Democrata por dois mandatos consecutivos, sendo o primeiro presidente afro-americano eleito da história dos EUA, sem falar no prêmio Nobel da Paz, que recebeu por seu posicionamento contrário às guerras.Aqui estão listados cinco pontos positivos decorrentes de sua atuação na Casa Branca,

Controle da crise

Agravada em 2007, sendo considerada por muitos economistas como a pior recessão desde a quebra da bolsa de valores de 1929, a conhecida como Crise de Subprimes, foi causada pela concessão desenfreada de créditos imobiliários, que acarretou com a decretação de insolvência de vários bancos estadunidenses, alastrando-se para os principais bancos do mundo.

Publicidade
Publicidade

No entanto, o governo americano concedeu um empréstimo, através do Federal Reserve, de US$ 85 bilhões a AIG (maior empresa de seguradoras dos Estados Unidos) para que ela se recompusesse e o governo passaria a deter, desta forma, 79,9% do controle acionário do grupo. Posteriormente outro pacote de ajuda de custos foi aprovado pelo Congresso americano, no valor de US$ 37,8 bilhões. Consequentemente o mercado financeiro americano pôde respirar aliviado, o preço dos imóveis caiu e a economia interna seguiu em melhora, todavia a crise não está totalmente resolvida, havendo ainda riscos no sistema econômico do país.

Reforma no Sistema de Saúde

Obama sancionou a Lei de Proteção e Cuidado ao Paciente, conhecida como “Obamacare”, que tem como uma das medidas proibir as seguradoras de variar preços no Plano de Saúde com base no histórico clínico ou no sexo do paciente.

Publicidade

O programa fez com que aumentasse a abrangência de pessoas que possuem plano de saúde, reduzindo a 6% o número de pessoas que não possuem Seguro de Saúde.

Meio Ambiente

Foi durante o seu primeiro mandato que o governo americano propôs novos regulamentos para controle de usinas de energia elétrica, fábricas e refinarias de petróleo, em uma tentativa de diminuir a emissão de gazes poluentes e retardar o aquecimento global. Participou ativamente de várias reuniões mundiais para discussão desse tema, incluindo a Rio+20.

Direitos LGBT

Em meados de 2009, #Barack Obama sancionou uma lei que passou a considerar crimes motivados por orientação sexual ou identidade de gênero como crimes de ódio, revogou a política que proibia que gays e lésbicas servissem nas forças armadas e apoiou a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo em todos os estados do país, declarando ser esse um direito fundamental, Obama declarou:” "Esta decisão afirma o que milhões de americanos já acreditam em seus corações: Quando todos os americanos são tratados como iguais, somos todos mais livres”.

Publicidade

Imigração

Desde que foi eleito, Obama se posicionava favorável a reformas imigratórias abrangentes, incluindo meios facilitadores para que imigrantes ilegais conseguissem a cidadania americana, como o DreamAct, projeto que ajudaria jovens sem documentos, que possuam inscrições nas forças armadas ou em universidades e que cumprissem outros requisitos, pudessem conseguir a cidadania, porém o projeto foi barrado no Senado. Em 2012 Obama impetrou uma política que protegeu cerca de 700 mil imigrantes ilegais da deportação, a política aplicou-se apenas àqueles que foram trazidos aos EUA antes de completarem 16 anos, alegando que eles eram vitais ao desenvolvimento da nação.

Estes apontamentos reforçam não só o carisma do ex-presidente americano, como também o seu cuidado e preservação aos Direitos Humanos, o que o tornaram um presidente aclamado. #Casos de polícia